Risoto de Fumeiro com Páprica Defumada

10 de junho de 2015 § 5 Comentários

risotofumeiro
(foto: Sora Maia para A Pequena Escola de Culinária da Katita)

Fumeiro, antes que me perguntem, é uma carne de porco defumada muito comum aqui na Bahia, e excelente principalmente quando vinda de uma pequena cidade do interior chamada Maragojipe, que produz também uma linguiça de porco absurda.

Pois bem, tome 500g de um peça de fumeiro bem magra e rosinha e escalde em água fervente; depois lave em água corrente, seque e pique em cubinhos. Numa frigideira, doure 1 cebola roxa picadinha à brunoise numa colher de manteiga, some os cubinhos de fumeiro e deixe refogar gostoso. Reserve.

Agora coloque 1 l do seu caldo de carne caseiro para ferver numa panela ao lado. Não sabe fazer? Procura aqui na busca. Proibido usar tablete ou caldo industrializado nesta cozinha, vou logo dizendo.

Para 4 a 5 pessoas, refogue 1 cebola branca pequena picadinha em 1 colher de sopa de manteiga; some 400g de arroz arbório, 1 colher de sobremesa de páprica defumada picante, e misture bem; deite 100ml de vinho branco seco de boa qualidade e deixe evaporar o álcool. Agora é começar aquele dengo de ir somando o caldo de carne fervente aos poucos, ao mesmo tempo em que você vai mexendo bem lentamente o seu risoto, acerta o sal, até chegar naquele ponto al dente que queremos do grão.

É quando você vai apagar o fogo, somar o fumeiro, misturar bem delicadamente, somar mais uma colher de sobremesa de manteiga para dar brilho e abafar a panela enquanto pega os pratos fundos.

Disponha o risoto pelando no prato, polvilhe mais páprica defumada, fique à vontade para um punhado de parmesão ralado grosso modo, e manjericão, por favor.

Cuidado para não queimar a língua, os lábios, o céu da boca. Acontece quando se vai com muita sede ao pote de risoto fumegante! =)

§ 5 Respostas para Risoto de Fumeiro com Páprica Defumada

  • Fátima disse:

    Katita,
    Bem-vinda!!! Foram meses de orfandade, mas te achei novamente e voltei a sorrir e babar diante do computador, além de poder matar a saudade de Salvador.
    Dica para quem está em SP: é possível encontrar fumeiro no Mercadão, mas não garanto que seja de Maragogipe.

    Beijos,

    Fátima

    Curtir

  • psadala disse:

    Faz isso não mulher…! Assim mata a gente de vontade! Eu quero esse risoto, quero agora! Quero fazer de qualquer jeito, mas estou em BH e não ousarei usar “fumeiro paralelo”.. Preciso do fumeiro baiano, do de Maragojipe, seja qual for o seu sabor.. rs. Um abraço!

    Curtir

  • Pedro Sadala disse:

    Faz isso não mulher..! Mata a gente de vontade. Preciso de fumeiro, preciso fazer esse risoto.. O problema é que to em BH. Não ousarei fazer com paralelos, quero o fumeiro de Maragojipe, seja qual for o sabor que ele tem. Um abraço!

    Curtir

    • Katita disse:

      Pedro, querido, a fotógrafa que fez essa foto acabou de comentar que fez com lombinho e também ficou bacana. Nunca será a mesma coisa, pois o fumeiro é muito marcante, mas vai chegar perto!
      Outro abraço, querido.
      K.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Risoto de Fumeiro com Páprica Defumada no Pitéu.

Meta

%d blogueiros gostam disto: