Bolo rústico de banana com amêndoas

13 de julho de 2014 § 18 Comentários

banana2

Inventar receitas a partir do que tenho em casa e do que encontro na rua, e fazer as minhas adaptações de coisas que eu como e piro, são as minhas maiores motivações para cozinhar. Quase nunca acesso a internet, e nos livros busco sempre mais inspiração do que receitas. Coisas do meu espírito libertário de um ser sagitário.

Este bolo tem nome de batismo Bolo Bananã, uma homenagem ao meu amigo Nando Reis (Nanã), que me ofereceu esta delícia de bolo em sua casa recentemente. Na sua receita havia nozes, passas e também blueberries desidratadas, o que achei in-crível. E mesmo não sendo fã de banana, fiquei fã do bolo. Certamente faria a minha versão, que saiu hoje para o café da manhã.

Chamo de rústico pois é um bolo feito à mão, à partir de 4 bananas amassadas no garfo, já dentro da tigela; e também pelo fato de ter optado por uma versão integral, o que empresta-lhe este ar tão charmoso de rusticidade.

O que faz desta a minha receita é a troca da manteiga ou óleo por azeite de oliva extravirgem; dobrei a receita, mas não os ovos; e a adição de um fio de creme de leite fresco (mas que pode ser de vaca) e um pingadinho de licor Amarula.

Antes de tudo, ligue o forno a 180° e unte a forma de bolo inglês com óleo comum sem lambuzar muito, especialmente se for uma forma de teflon como a minha.

banana1

Na tigela, 4 bananas da prata maduras amassadas. Não se incomode com as fibras e sementes, e nem se preocupe em amassar até virar uma pasta; convém um ou outro gominho de banana. Lembre-se: rústico. Some 1 xícara rasa de açúcar mascavo, 3 ovos inteiros peneirados, 8 colheres de sopa bem cheias de azeite de oliva extravirgem, 2 xícaras rasas de farinha de trigo integral, 1 colher de chá de canela em pó, 1 pitada de sal do equilíbrio, e bata muito, de preferência à moda antiga, abraçada à tigela com a sua colher de pau para doces. Rusticidade não combina com batedeira, e esse bolo é moleza.

Só agora no final é que você vai somar um punhado de amêndoas (ou nozes, ou passas, ou berries, ou um pouquinho de cada coisa) e também 1 colher de sopa de fermento químico. Volte a bater no muque mais um pouco. Se nessa hora você sentir que a massa está muito pesada, como eu senti, deite um fio de creme de leite e ela cederá, ficará mais macia e aveludada, também depois de assada; aproveite esse momento e pingue um bom licor que tiver em casa, sendo os mais cremosos mais indicados, como o Amarula, Baileys ou o Frangelico. Mas me prometa: parcimônia no fio e nas gotas. Todo exagero será castigado!

Deite a massa na forma untada, cubra com rodelinhas de banana, polvilhe com canela e açúcar mascavo e leve ao forno; se ele estiver bem quente, é coisa de 20 minutos, prest’enção!

Sirva a quem ama.

§ 18 Respostas para Bolo rústico de banana com amêndoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Bolo rústico de banana com amêndoas no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: