Festa de pequenos

2 de julho de 2013 § 43 Comentários

o ceu de angelina

(Detalhe de O Céu de Angelina, meu último projeto de festa infantil, com bolo feito pela Tia Eliana e nuvens pela Tia Kau)

Hoje em dia quando alguém me liga perguntando se eu faço festa infantil, faço duas colocações: primeiro pergunto se já conhece o meu trabalho, se já viu o meu site (desatualizadíssimo, deve ter mais de 20 eventos/ações pra subir e eu não consigo, perdão), pra ver se temos afinidade estética; depois pondero que faço sim, mas depende, e passamos ao alinhamento de afinidade ideológica.

Explico: não trabalho com temas comerciais e nem com aquelas padronizações todas até de Bis; prefiro um fotógrafo de olhar sensível a um sem-fim de men in black tacando flash na cara do povo, ocupando espaços úteis e atrapalhando a visibilidade, para fazer vídeos de gosto duvidoso; não toco música “imbecilizante” ou de duplo sentido pra criança; raramente uso bexigas e painéis; prefiro oferecer sucos a refrigerantes; não trabalho com frituras, e sugiro lanchinhos mais saudáveis por entre os docinhos de gordura hidrogenada; adoro quando tem uma tia que faz o bolo, uma avó que faz os docinhos, alguns objetos decorativo feito pela mãe, uma trilha feita pelo pai, enfim, um quentinho da família envolvido; gosto de criar um ambiente onde seja proibida a entrada de maiores de 12 anos; e a prioridade é sempre dos pequenos.

Tem gente que pira; tem gente que não. E a vida segue.

§ 43 Respostas para Festa de pequenos

  • Joanna disse:

    Katita, já vim aqui algumas vezes. A última vez foi pra te “cobrar” um bolo de laranja quando ainda estava grávida da Alice, que em novembro já vai fazer 2 anos. Uoouu
    Agora quero pedir outra coisa. Já decidi fazer uma festinha nesse estilo aí e na minha própria casa, só que preciso de dicas pra esses lanchinhos que vc relatou aí e fugir dos quibes e coxinhas fritos.
    E aí, rola??
    Beijos!!

    Curtir

    • Katita disse:

      Mini sanduíches, espetinhos de frutas, tortinhas de biscoito e de pão, cachorro quente sempre, geladinhos de frutas com iogurte, salgadinhos assados, crepes, picolés de fruta, sanduíche de cookies com nutela, rolete de cana, beiju (tapioca), pãezinhos de queijo mineiro recheados… iiiihhhhhh, é tanta coisa…
      =)
      Beijim,
      K.

      Curtir

  • Tatiane Morais disse:

    Sou sua fã…… por que não mora mais perto hein!!!! Ou bem que podia existir mais pessoas “iguais” a você!!!!!!

    Curtir

  • Mariane disse:

    Eu já pirei só de ver essa foto, festa de criança deve ser como eles, original, sem rótulos. Fazia um tempinho que não passava por aqui, mas estou sempre a babar nos cursos que você divulga no facebook, ô vontade de despencar de Floripa só pra pegar um pouquinho dessa tua energia.

    Beijo 😉

    Curtir

  • Ive Luciana Resende disse:

    Eu concordo tanto com vc em genero, número e grau… :). Anota aí: eu piro! Quando eu fizer a primeira festa do baby (e não será a de 1 ano porque isso vai ser outra coisa que não uma festa), eu mostro as fotos pra vc. Beijinhos ;).

    Curtir

  • cursogdo disse:

    Katita querida! Tanto tempo! Vim aqui matar a saudade e encontrei esse post. Sessão nostalgia da minha festa de casamento liiiindaaaa lá no Forte São Diogo, tão artesanalmente alinhavada por você. Afinidade total, com direito a tia que fez o bolo, tia-avó com salgadinhos, amigas fazendo lembrancinhas, padrinhos ‘pregando’ a cerimônia e vestido feito pela mãe ) Nada como uma festa feita pelas pessoas que fazem a nossa vida, não é?
    Por enquanto, seguimos sem pressa de filhos humanos (somente canina por enquanto rs), mas daqui a uns anos a gente te procura!
    Beijão
    Carol

    Curtir

  • Ana Carolina disse:

    Katita querida! Tanto tempo! Vim aqui matar a saudade e encontrei esse post. Sessão nostalgia da minha festa de casamento liiiindaaaa lá no Forte São Diogo, tão artesanalmente alinhavada por você. Afinidade total, com direito a tia que fez o bolo, tia-avó com salgadinhos, amigas fazendo lembrancinhas, padrinhos ‘pregando’ a cerimônia e vestido feito pela mãe ;)) Nada como uma festa feita pelas pessoas que fazem a nossa vida, não é?
    Por enquanto, seguimos sem pressa de filhos humanos (somente canina por enquanto rs), mas daqui a uns anos a gente te procura!
    Beijão
    Carol

    Curtir

  • vivi disse:

    Chega me arrepiei! Vou deixar pra ter filho aí em Salvador pra poder fazer todas as festinhas com vc. kkkkkkkkkk
    E essa foto aí que parece uma cena saída de um sonho??? Lindo demais. :))
    Quando casei no ano passado foi complicadíssimo fazer uma festa fora de todos esses ‘padrões’ que a gente conhece. Quando contratei um amigo pra ser o dj me chamaram de louca, quando contratei um fotógrafo que nunca tinha feito casamento (apesar de ser um artista brilhante) então.. Foi difícil, mas deu muito certo e recebi muito elogios (daqueles que a gente SENTE que são de verdade, não pra cumprir protocolo), inclusive das minhas avó que são velhinhas! 🙂

    Curtir

  • Luciana Ratis disse:

    É por isso que luv u!! Agora moro em Aju (casei!), mas a gente ainda há de fazer uma festinha! Beijos!

    Curtir

  • Daisy disse:

    Que lindeza! Adorei as luzinhas atrás da cortina!
    Também prefiro festinhas assim 🙂

    um beijo!

    ps: me apaixonei pelo seu blog desde a descrição ótima de como fazer a carne ao molho de cerveja escura!

    Curtir

  • Joy Cleave disse:

    Eh por essas e outras (muitas outras) que vc eh minha musa! ❤
    Um dia vc nao me escapa, nega! 🙂
    beijocas mil

    Curtir

  • Thelma disse:

    Katita, eu nem pequenos tenho, mas é por estas e outras que eu sigo VC sempre, desde o RL…. 😉
    bjs gds (e me avisa qdo for dar curso em sp, heim?!?!?!?!!!!)

    Curtir

  • Jéssica disse:

    Katita, adoro seu trabalho e sou do time que piraria numa festinha assim. Quando li a descrição da foto, já pensei: Vou fazer “O Céu de Sofia”, quando Sofia chegar, rs.

    Mas o resto da postagem me deu a sensação de que quem gosta do contrário é alienado. Sei lá… pode ter sido só impressão.

    No mais, arrasa, gata! Você é fod* e merece o melhor! Beijinhos.

    Curtir

  • Dricka disse:

    Eu piro! Adoro!!!! Fiquei louca pela decoração, quero essas nuvens djá no meu quarto!!
    Acho que tudo o que tem o dedo do dono é um passo para a perfeição. Tambem não gosto de nada massificado, e sempre vou na contramão da moda, não porque eu seja apenas do contra, mas porque a moda muda muito e meu gosto e personalidade não. E sem duvida eu sou mais singeleza do que suntuosidade.
    Bjs

    Curtir

  • Ana Vitoria disse:

    Katita, juro que fico tentada a ir de Brasilia pra Salvador só pra você produzir uma festa delícia pra Elis ano que vem, do jeito que fez no meu casamento com Lucas! 😉

    E babei de vontade de ter visto de pertinho o céu da fofa da Angelina! 🙂

    Beijo!

    Curtir

  • Georgia disse:

    Katita, quando eu tiver filhos, vou fazer você sair da Bahia pro Piauí só pra fazer a festa dos meus pequenos! Hahaha

    Curtir

  • Dri disse:

    Sou do time das que piram, mas ainda não consegui fazer uma festinha aconchegante assim.
    O buffet ainda vence pela praticidade, pois a familia e os amigos chegam proximo de 100 convidados, e acho que isso acaba interferindo nestas festas mais “do bem”.

    Curtir

    • Katita disse:

      Por que você acha isso, Dri?

      Curtir

      • Dri disse:

        Pois é, enquanto escrevia pensei em perguntar isso à você. Se dá para conciliar este estilo de festa para esse numero de pessoas.

        Me amarro neste jeito intimista de festinha infantil, tanto que a chamo de “festinhas do bem”. A mim parece que o amor fica no ar, quando as celebrações são assim.

        E aí, dá ou não dá?

        Curtir

      • Katita disse:

        Depende de quantos adultos e quantas crianças. Se for uma festa só para criança, penso que dá.
        =)

        Curtir

      • Alexandra disse:

        Eu tive esse mesmo dilema há pouco tempo na festa de um ano do meu pequeno: família grande e desejo de festa aconchegante. O tema foi balão (daqueles da Capadócia, como tive que explicar a vários profissionais), com direito a nuvenzinhas feitas pela mamãe (que até um mês antes nunca tinha feito nada em feltro). Não saiu exatamente como eu queria, pois tive que apelar para o menu dos buffets infantis e seus brinquedos eletrônicos, pois o quintal da vovó não funcionaria em mês de chuva, mas a decoração saiu 90% das mãos da mãe, primas e amigas (exceto bolas e voal), teve docinhos e beijinhos da tia-avó, trufas de uma tia postiça muito querida, trilha escolhida pelos pais (achei o máximo quando escutei elogios dos convidados a esse respeito!), amigo filmando o “parabéns” e duas fotógrafas profissionais fofas. Mesmo assim, foi difícil convencer alguns que ter o nome do aniversariante em todos os doces da festa era altamente desnecessário. E o aniversariante curtiu muito, principalmente quando entrou na cestinha do balão feito artesanalmente e especialmente pra ele.

        Curtir

      • Katita disse:

        Boa, Alexandra, você se sair super bem.
        =)
        Beijo,
        K.

        Curtir

  • Josane disse:

    Katita, que festa mais linda!
    Topa fazer uma festa aqui no Paraná?
    Beijos

    Curtir

  • Krys disse:

    AMEI essa idéia da cortina com as luzinhas atrás!!! Já estou aqui imaginando uma decoração de Natal com essa idéia (e por coincidência acabei de trocar as cortinas da sala por uma toda vazadinha…)

    Adoro essa coisa de temas customizados… Meu filho faz aniversário no começo do ano e uma vez fizemos o aniversário como um baile de Carnaval. A decoração foi toda feita por máscaras que ele e a minha filha decoraram com muita cola, glitter, paetês. Serpentinas pelo teto. E a criançada toda de fantasia e jogando confete. Foi lindo :))) não me lembro se teve bexigas rsrs

    Curtir

  • Afinidade ética, estética e ideológica… 3 ecologias necessárias para uma vida que sustente a insustentável leveza do ser… Salve Guatarri!

    Este é um post que vale a pena “esquentar”…

    Vida longa ao Pitéu, muitos beijos, Katita.

    Curtir

  • Danielle Moreira disse:

    se eu tivesse filhos eu seria uma daquelas que piraria com você! 🙂 apesar de adorar a praticidade de uma casa de festas, esse negócio de tema pronto e igual pra todo mundo não faz a minha cabeça! 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Festa de pequenos no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: