Meu Natal na real e na moral

23 de dezembro de 2012 § 2 Comentários

natal na real

Então… o Natal comemora-se amanhã, confere? E a situação é a seguinte: minha casa está de pernas para o ar, no meio da última faxina de fim de ano, antes de ir para Maraú para mais uma temporada de 12 dias cozinhando para os meus queridos Grahm e seus convivas. É que na volta, quero encontrar todas as roupas lavadas e passadas, gavetas e papéis arrumados, minha casa limpa e em ordem para a nova etapa.

Se eu tivesse um pinguinho só de vergonha na cara, dava um recesso aqui no Pitéu no fim de ano para a minha cozinha não ficar assim, às moscas, já que eu não dou conta, mas aí fico enrolando, tentando… “e se eu tiver um tempinho pra bater uma bolinha com elas? NÃO POSSO ABANDONAR MINHA COZINHAAAAAAAAAA!!!!! (cresce uma trilha dramática de fundo, uma coisa Shakespeare)!!!!!! Preciso fazer uma cirandinhaaaaaaaaaaa!!!!!!!

Cirandinha esta, que tá lá, encostada, porque eu não tive tempo de atiçar vocês, ou porque ninguém tem tempo, ou porque ninguém quer saber dessa lenga lenga de Natal sustentável, mais racional e coisa e tal. O povo quer fartuuuuuuura, sua tonta! O povo quer beeeeeeeeeeerries! O povo quer peruzão, não quer galinha, ô…

Brincadeirinhas à parte, fofoletes, mas a real é essa: chapa quente.

Mas dentro do espírito proposto aqui do Natal Pitéu, o menu do nosso almoço natalino de casa será determinado a partir do que eu tenho. Acabo de dar uma batida nos armários e geladeira e encontrei: uma peça escândalo de lagarto (meu lombo natalino), queijo azul, amendoim, castanha, geléia de framboesa, marrom glacê, fundo de alcachofra, anchova, moyashi, gergelim, azeitonas, shyitake, nibs, chocolates gringos amargos, mil condimentos e coisas que tais, o que significa que o movimento, obviamente, começa do armário para fora e não da pesquisa de receitas incríveis para o consumo, ignorando o que tenho em casa. E vai ser lindo. Corrido, mas lindo!

Mas voltando à Ciranda de Natal Pitéu_ASTA, tenho recebido muita coisa por e-mail, com foto, mas peço que as incrições sejam feitas aqui nos comentários do post, de qualquer forma, ainda que as fotos sejam enviadas por e-mail, fechado? Vou dar uma guaribada nessa ação – se Deus der o bom tempo, claro – esticar mais um pouco, assim cabem experiências e soluções de reaproveitamento de Natal para Reveillon, por exemplo, e a gente ganha tempo para futricar mais sobre o assunto de festas menos consumistas no fim do ano, valeu?

Tem post de uma viagem rápida para Maraú semana passada para adiantar as compras, que eu fiz de lancha (!), com direito a parada em posto para abastecer (divertidíssimo); tem resenhas de restaurantes, produtos, agradecimentos de menina mimada, tanta coisa… tudo aqui embaçado, mas vamo’ nessa… na fé!

C ya latter! Falo com você antes do Natal… tenho seleção de receitas Pitéu para os retardatários que nem eu, mais logo!

§ 2 Respostas para Meu Natal na real e na moral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Meu Natal na real e na moral no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: