Caldo Carijó

13 de novembro de 2012 § 11 Comentários

Ofereci um serviço de caldinhos no sábado para a abertura da Mostra de Artes SENAC – Aldeia Pelourinho, e salvei um pouquinho pra mim, afinal, n’é por nada não, mas ficou bem bom.

Tempere 500g de peito de frango com alho, sal, ervas, açafrão em pó – pra ficar bem amarelinho – e 1 pimenta dedo-de-moça sem semente, tudo no pilão, e deixe descansar por, pelo menos, duas horas na geladeira.

Agora passemos ao caldo. Comece preparando um fundo, numa panela onde caiba o caldo, refogando em azeite de oliva e um fio de óleo (para não queimar o azeite de oliva, 1 cebola, 2 dentes de alho, folhas de louro, 1 cenoura grande cortada grosso modo, folhas de 1 alho-poró, e salsão. Refogue até dourar bastante e quase queimar; complete com 3 litros de água e deixe ferver até reduzir para 2,5 litros.

Coe o caldo, devolva à panela (com a cenoura!), e coloque lá dentro para cozinhar 500g de batatas descascadas. Faça um creme de milho (daqueles de envelope que a gente compra pronto) na panela ao lado, com um pouco deste caldo, e devolva à panela de cozimento das batatas. Quando elas estiverem cozidas, bata tudo no liquidificador para encorpar o caldo, e reserve. Aqui você tem um caldo aromatizado, encorpadinho pelas batatas, cenoura e pelo creme de milho.

Agora parta para o frango. Deite os pedaços numa panela quente untada com óleo ao lume, deixe selar dos dois lados e cubra tudo com um pouco do caldo para cozinhar (se ligue e separe um pouco do caldo para isso; se esquecer, use água, que você não é obrigada, colega). Depois de cozido e frio desfie BEM fininho e reserve.

Última etapa: o milho. Refogue 1 lata de milho cozido no vapor numa mistura de cebola ralada e manteiga, misture o frango desfiado com o seu caldinho, e junte tudo na panela do caldo. Acerte o sal, salpique um punhado de ervas frescas e tampe a panela por alguns minutos, que é para que tudo ali dentro entre numas.

Salpique parmesão ralado grosso na hora de servir com torradas quentinhas, se quiser.


(versão serviço de caldinhos, onde tinha também abóbora com queijo azul e vichyssoise)

§ 11 Respostas para Caldo Carijó

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Caldo Carijó no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: