A cereja do bolo

6 de setembro de 2012 § 9 Comentários

Quando as minhas clientes perguntam:

– Katita, você tem florista?

Eu respondo:

– Sim, eu.

Ah, tá bôua? Se as flores são a cereja do bolo!

Mas aviso logo:

– Mas não faço a linha Edward Mãos de Tesoura, hein? Meu negócio é buquezinho, tão somente.

Uma vez escolhidas as cores e padrões, e organizadas por tipo, é desfolhar os talos para que as folhas não apodreçam na água; para depois arranjar nas mãos, combinando os contrastes; inserir os pontinhos de luz das gypsophilas; amarrar com um cordãozinho lá em cima para não perder a composição; e cortar os talos no final, de acordo com o tamanho dos vasos.

§ 9 Respostas para A cereja do bolo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A cereja do bolo no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: