A produção de cacau no mapa-mundi

20 de julho de 2012 § 4 Comentários


(Costa do Marfim, Indonésia, Brasil, Nigéria e Malásia são alguns dos principais países produtores de cacau, mas é a América Central que detém, até então, a reputação de produzir o cacau de melhor qualidade do mundo.
São 3,6 milhões de toneladas de cacau produzidas por ano nestes endereços)

Um bocadinho só de história

A história do cacau é muito linda e muito rica, e não cabe toda ela aqui nesta novela. A idéia é dar apenas uma noção básica da coisa, para que a partir daqui você se lance em busca de suas próprias aventuras no reino encantado do chocolate. Esta novela é uma homenagem, uma provocação, um pequeno deleite.

O cacau atende pelo nome científico de Theobrama cacao, que significa, “manjar dos deuses”, por conta da origem divina que os astecas (há quem diga que foram os maias os primeiros a plantarem o cacau por volta de 600 a.c, vai saber) atribuíam ao cacau, com cujo pó extraído das amêndoas secas ao lume, preparavam uma bebida saboreada pelos nobres em ricas e rebuscadas taças de ouro. Era o chocolate asteca. Do México, o cacau chegou à Europa através de exploradores espanhóis, que teriam saborizado e aromatizado a tal bebida com açúcar de cana, baunilha e flores de laranjeira, e assim, caiu no gosto daquele povo, que passou a abrir novas rotas no Atlântico para transportar para as costas ibéricas grandes cargas de sementes de cacau, para reduzir-lhes as sementes a pó em almofarizes de pedra, a fim de prepararem a tal aromática bebida, que deu origem à primeira chocolataria artesanal, na Espanha, em 1580. Dali o chocolate conquistou a França e rapidamente tornou-se a bebida da moda por toda a Europa, antes mesmo do café e do chá.

Lendo e mexendo nesta coisa de cacau, a minha impressão é que o grande lance e o grande charme de alguns chocolateiros chiquérrimos de hoje, é aproximarem-se ao máximo destas técnicas e processos rudimentares, dos pioneiros. Uma pegada roots, manja?

Crioulo ou Criollo


(foto: site Tudo sobre plantas)

Variedade original cultivada na América Central pré-colombiana. O cacau dos maias. Suas amêndoas são grandes, claras e rosadas, possuem baixa acidez e sabor suave. É considerado o mais nobre cacau com o qual são feitos os mais requintados chocolates, porém as suas árvores tem vida curta e dão poucos frutos, que por sua vez possuem poucas sementes; além de pouco produtiva é muito sensível a doenças, e por conta de tudo isso, representa apenas 5% da produção mundial de cacau.
É cultivado basicamente na América Central, mais precisamente na Venezuela, Equador e Colômbia, mas também em Java e Madagascar.

Forasteiro ou Forastero


(foto: food.gather.com)

Apesar de ser uma variação do crioulo, originário da Amazonia, sua árvore é muito robusta e vigorosa, tanto que representa algo em torno de 80% da produção mundial. Com exceção do equatoriano, mais suave e aromático, tem gosto ligeiramente amargo e pouca acidez. Suas amêndoas são achatadas, de cor violeta, e média acidez. É cultivado na África, Ásia e no Brasil.

Trinitário


(foto: gardenislandchocolate.com)

É resultado do cruzamento do Crioulo com o Forasteiro. Surgiu em Trinidad no século XVIII depois que acidentes climáticos devastaram a maior parte das árvores de crioulo. Na época, a ilha teria importado árvores de forasteiro para fazer frente à perda, e do cruzamento destas árvores com as poucas de crioulo que resistiram, surgiu a árvore do trinitário, hoje consolidada, sem que haja mais a necessidade de cruzamento de crioulo com forasteiro para obtê-la, mas sim apenas comprando-se as mudas. Tem excelente qualidade e representa 15% da produção mundial. O cacau trinitário é cultivado principalmente na Indonésia, Sri Lanka, América do Sul e Caraíbas.

Fontes: Bate-papo com Guilherme Moura da Fazenda Santa Maria (Camacan-BA) | O Chocolate, tentações e prazeres, de Mario Busso e Carlo Vischi | Planeta Cacau (www.planetacacau.com.br)

Este é o capítulo #4 de Cabruca: uma novela de chocolate, no seu canal Pitéu.

§ 4 Respostas para A produção de cacau no mapa-mundi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A produção de cacau no mapa-mundi no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: