Cabruca: uma novela de chocolate

6 de julho de 2012 § 30 Comentários


(cacau da Fazenda Santa Maria, foto de Guilherme Moura)

Não foi Gabriela, nem as comemorações pelo centenário de Jorge Amado, e nem mesmo a realização do Salon Du Chocolate pela primeira vez no Brasil, aqui na Bahia, que inspiraram esta novela, mas o acaso. O acaso que merece toda a atenção, o acaso que junta as coisas, o acaso que a gente descobre lá na frente que não foi tão acaso assim.

“Oi Katia,

Eu sou amiga de Isabel Aquino, que era da Propeg…

Pedi seu contato a ela porque meu marido fez um chocolate super lindo (no sentido palativo) a partir de amêndoas de cacau premiadas e quero compartilhar com você. O lote ficou em 1ºlugar na Expo Chocolate em SP.

Enfim, não temos marca nem fazemos distribuição comercial, foi apenas um teste que nos surpreendeu positivamente. Ficaria honrada se você provasse porque tenho apreço pela opinião de pessoas que tem amor por comida 🙂

Se tiver interesse, é só responder esse email.

Abs,
Marcelle Faltesek”

Será que eu tive? O que vocês acham?

Foi difícil conciliar as nossas agendas, mas algumas semanas depois eu cheguei em casa e encontrei uma caixinha muito meiga sobre o tapetinho da porta de entrada. Eram as amostras que enlouqueceriam os meus sentidos e se desdobrariam para um encontro com um casal muito doce, que sabe tudo sobre cacau e chocolate, e todo o seu movimento no planeta Terra. Passamos a manhã na minha sala, e a cada prova de chocolate, a cada investigação das preciosas amêndoas e nibs da Fazenda Santa Maria, a cada folha de cada livro escandaloso que eles me trouxeram, a cada foto da fazenda, a cada informação técnica e histórica do chocolate, ia se descortinando um universo completamente novo para mim.


(alguns dos livros que o Guilherme e a Marcelle me confiaram para estudar)

Eu precisava muito trazer tudo aquilo para cá, mas era muita informação para um post… mas não para uma série, ou melhor, para uma novela, mais à moda do Pitéu. Foi aí que as coisas começaram a se juntar.

A assessoria de imprensa do Salon du Chocolat – que acontece pela primeira vez no Brasil, aqui entre o sul da Bahia (que produz cacau premiado e utilizado por alguns dos maiores chocolateiros do mundo) e Salvador – me mandou um e-mail sobre o evento (veja a programação completa aqui, que começa HOJE, daqui a pouco! – se liguem nos CHOCODEMOS!), que até então eu não fazia a menor idéia que aconteceria aqui, justo no mês em que resolvi falar de cacau e chocolate no Pitéu. Mas não só isso, meu amigo Rico que está apresentando o programa Soterópolis, chegou aqui em casa no momento em que eu me despedia da Marcelle e do Guilherme, em tempo de pescar a idéia, e já levou como sugestão de pauta para o programa, que vai fazer uma matéria no Salon que acaba aqui em casa com uma receita de chocolate feita com meu lote especial da Fazenda Santa Maria, para uma sessão da tarde da Fantástica Fábrica de Chocolate, versão original (1971) de Mel Stuart, com o impagável Gene Wilder.

Então a brincadeira é assim: durante todo o mês de julho eu vou falar sobre o cacau baiano e sua repercussão no mundo; do nosso método cabruca de cultivo do cacau, altamente sustentável e lindo; vou apresentar a Fazenda Santa Maria, do Guilherme Moura, 5ª geração de uma família que cultiva cacau há 200 anos, e cuja história está ligada a consolidação do cacau na Bahia e a criação do município de Camacan; vou cobrir o Salon du Chocolat; vamos falar dos tipos e propriedades organolépticas do cacau; de produção e processamento; das empresas e instituições que normatizam e detém o processamento de todo o cacau de ouro produzido no planeta; dos maiores chocolateiros do mundo e os chocolates de boutique; as características e diferenças entre o chocolate fino e o convencional; o cacau orgânico; sites e blogs legais, curiosidades, conteúdos de vocês, e o que ocorrer.

Mas a despeito de tanta informação técnica, precisamos de receitas matadoras de chocolate, concordam? E para isso, vou pedir ajuda às colegas universitárias! Vou pedir que vocês me mandem as suas receitas escandalosas de chocolate até o final do mês de julho. Daí, eu, o Guilherme e a Marcelle vamos escolher a mais-mais que vai ganhar um presente BEM lindo da parceira ASTA + uma pequena amostra de amêndoas, nibs e do lote especial de chocolate amargo feito com as amêndoas mega-poderosas da Fazenda Santa Maria. E para fechar os trabalhos, eu vou me aventurar a preparar a receita vencedora e publica-la bem linda aqui no nosso Pitéu. Mas eu vou explicar isso tudo direitinho na sequência, valeu?


(Praliné noisettes, couverture fondant, de Bonnat Chocolatier, renomado chocolate francês que utiliza amêndoas brasileiras – e baianas – na produção de alguns de seus chocolates de boutique).

E aí? Vamos fazer uma novela linda, toda de chocolate?

§ 30 Respostas para Cabruca: uma novela de chocolate

  • Marcelle disse:

    K., adorei o post e também vou contribuir (sem concorrer é claro) com uma receita deli: Bolo Tesão com cobertura de nibs!!!

    Curtir

  • Rachel Chamusca disse:

    Tô aqui de boca aberta com esse post escândalo e com os comentários a respeito da Feira!!!! Que doidera! Será que minha humilde receita de brigadeiro com nutela e amêndoas tem alguma chance, my God?? bj

    Curtir

  • Ricardo Castro disse:

    Vou acompanhar essa novela com água na boca!

    Curtir

  • Dora Ferreira disse:

    Oi Katita,

    acabei de chegar do Salon do chocolat e foi uma decepção. Muito desorganizado, com direito a stands fechados por falta de produto, invasão do stand da Copenhague pelo público que se sentiu lesado pela desorganização geral e eles pagaram o pato. Imagine que no primeiro dia da feira a Copenhague estava apenas expondo e não vendia nem tinha degustação, daí num determinado momento o público, cansado de outras coisas que estavam acontecendo na feira, começou a falar que não ia sair de lá sem nada e invadiu e começou a pegar os doces. Eis que outras pessoas foram se juntando e para surpresa geral, muitos dos bombons expostos eram de isopor, com o papel laminado colorido na embalagem, simulando um bombom de verdade. Uma vergonha. Eu só não saí mais frustrada porque descobri alguns produtos que eu não conhecia em outros stands legais que estavam por lá.

    Curtir

    • Katita disse:

      Ai, Dora, jura? Não me dê esse baque! Tô passada! Menina, sendo assim, eu acho que vou só no último dia porque hoje eles provavelmente vão trabalhar em ajustes, assim espero. Eu ia passar a tarde toda lá para as chocodemos…
      Ai, que pena!
      =(

      Curtir

    • Sandra Andrade disse:

      Por mais desorganizada que estivesse esse início da feira, o povo não tinha o direito de invadir stand e causar tumulto. Durante essa semana ouvi 04 comentários de diferentes pessoas (conhecidas ou não), de diferentes classes sociais, mas com mesma idéia: comer até se fartar de tanto chocolate nas degustações da feira, para fazer valer o valor do ingresso. Fiquei extremamente passada e chocada com a falta de educação e com o velho imperativo da Lei de Gérson que as pessoas ainda insistem em apregoar e seguir.

      Curtir

      • Katita disse:

        Claro que não, Sandra. Nada, absolutamente nada, justifica um comportamento desses. Concordo totalmente contigo. Tô indo para lá agora ver esse negócio de perto! Espero que eles tenham conseguido contornar os problemas para este segundo dia. Amanhã conto tudo.
        Obrigada pelo comentário!
        K.

        Curtir

  • Evelyn disse:

    Se falam que poderiam inventar tv que pode sentir cheiro… queria eu uma internet pra sentir o sabor desses chocolates dessa novela.

    Tão chocólatra que sou, não me atenho em comer apenas não, rs. Já fiz um projeto sobre o Theobroma Cacao, a história da bebida oferecida aos deuses asteca… e gosto tanto, que noivo me deu em vez de ovo de Páscoa um livro lindo sobre o cacau e o chocolate brasileiro, do fundador da Cacau Show. Devorei o livro e a paixão só aumentou. E ai de mim se fico sem consumir essas pedras preciosas em barra chamado chocolate uma vez por semana, pelo menos… enlouqueço!

    Fiz uma promessa de ficar um mês sem comer o dito, e sério, quase matei todos a minha volta na segunda semana… não existe paliativo pra chocolate! rsrs… Quem me viu, me implorou: não faz promessa pra ficar sem chocolate não, vc vira outra pessoa, uma ferinha…

    Pra nunca mais mesmo… pq quem mais sofreu fui eu sem esse manjar asteca!

    Curtir

  • Karina Morelli disse:

    Ai que delícia! Esse mês o blog vai ser a cura de nossas TPMS então…Curti demais. Bjs

    Curtir

  • Simone Marcelino disse:

    Queridona,
    Amei essa novela,essa ciranda e esse povo todo iluminado que tá aparecendo por aqui pra cirandar e novelar junto!
    Perguntinha: pessoa metida a cozinheira e que faz parte da equipe ASTA pode mandar receitinha??
    beijos de cacau
    Simone

    Curtir

  • Flaviana disse:

    Hum, só de ler fiquei com água na boca, imagine quando as imagens das receitas começarem a aparecer? Vou engordar só de olhar!
    Lá em casa quem é doida por chocolate é minha irmã, doceira de mão cheia. Vou pedir a ela pra trazer alguma receitinha pra cá.
    Beijão, Kátia!

    Curtir

  • Joy Cleave disse:

    Ehh vamos sim! Vou ver se acho alguma receita com choc choc…

    Olha eu aqui, outra fa do chocolate tipo quanto mais amargo melhor. Oh deliiiiicia!

    To curtindo mto essa ideia desde ja. Essa novela eu nao vou perder! 😉

    Curtir

  • Katita. O que é esse mundo pequeno… Meu nome é Mariana Pereira, sou amiga de Flávia, mae de Kim. E amiga-irma de Dona Isabel Aquino, aquela linda. E conheço muito Marcelle também. Afe, só gente linda. Terminando com minha irma Lara, que mora aí em Salvador (eu moro em Buenos Aires há 7 anos) e que simplesmente faz as trufas de chocolate mais gostosas do mundo. Vou dizer pra ela mandar a recita pra vc JÁ! Um beijao.

    Curtir

    • Katita disse:

      Tudo em casa, adorei! Tô falando que as coisas se juntam todas lá na frente? Segunda-feira tô fazendo um jantar na casa da Flavinha para seis amigas de fora.
      E não para por aí não, porque eu já comi alguns doces in-crí-veis da Lara na casa da Flávia, numa festinha que fizemos. Quem fez o nosso link foi Cica, que deve ser sua tia, é isso? =)
      Pois é, chuchu, a Lara já me prometeu uma amostra, tô só esperando! Seria lindo se ela entrasse nessa ciranda de chocolate, põe uma pilha!
      =)
      Beijo enorme de feliz coincidência,
      K.

      Curtir

  • marilene bastos disse:

    Que idéia linda, adorei! Agora dá p imaginar daqui a sua carinha de entusiasmo lendo esse post, ou melhor posso sentir toda a sua empolgação digitando cada palavra desse texto, nós que já te conhecemos um pouquinho sentimos isso, ou melhor eu estou sentindo isso!!! Vai com TUDO KATITA!!!! Beijo grande!!!!

    Curtir

    • Katita disse:

      Sim, Marilene! Empolgação é o meu nome! Doida pra me jogar no Salon, fazer degustação, xeretar, estudar mais sobre chocolate, trazer tudo pra cá e fazer mó bagunça!
      =)
      Beijim,
      K.

      Curtir

  • lili disse:

    Que missão espinhosa…

    Curtir

  • Afff… arrasou a banca!

    Pra mim chocolate quanto mais intenso melhor (entenda-se forte, noir, amargo…) de repente neste nosso invernico, rola uma combinação de chocolate com aquele Rum envelhecido que está aqui esperando oportunidade pra aportar no seu art’decò…
    bjks.

    Curtir

    • Katita disse:

      Ô Rafinha, você é uma fofa e este rum não me sai do pensamento. Sabe que tu me deu uma idéia? Pensei em fazer pelo menos uma receita de drink com chocolate, e vai ser com esse rum aí, me aguarde que eu tô linkando tudo. Só assim pra dar conta!

      Pra mim também, fofolete, chocolate tem que ser amargo, roots e durinho de fazer croc-croc, que nem meu lote especial. =)

      Beijos carinhosos e quentinhos procê, pro Léo e para a minha sempre querida Marina!

      Vou procurar a receita de drink com chocolate e rum mais matadora de todos os tempos, se eu não achar invento!

      =)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Cabruca: uma novela de chocolate no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: