Providências divinas de sábado à maneira do meu irmão

30 de junho de 2012 § 33 Comentários

Sábado é dia de providências divinas aqui em casa. Cuidar de tirar a manchinha de molho da toalhinha Maggi retrô que o amigo trouxe da Espanha; dar banho de sol em todas as almofadas e travesseiros e colchões, levar sapato ao sapateiro, cachorro ao pet shop, deixar o carro ali lavando, comprar verdura e flor na volta; congelar umas coisas para a semana; dar fim nos papéis que se acumularam nas bolsas e bancada de trabalho; arrumar gavetas, trabalhar muito no computador para finalizar orçamentos pendentes e tocar muitos, muitos projetos.

Quando o meu irmão era vivo (saudade enorme hoje) ele era cheio de métodos para arrumar a sua casa, sempre linda, organizada e florida. O que eu, a Rapidinha da Estrela, fazia em 2 horas, ele levava o dia inteiro para fazer, porque tinha o hábito de alternar o trabalho com o prazer, enquanto eu queria terminar o trabalho primeiro para me lançar ao prazer depois da casa arrumada. Daí que ele arrumava o quarto, e deitava no sofá para ler um capítulo do livro; lavava o banheiro e parava para ouvir o último disco de Chico; passava x peças de roupa e ia ligar para um amigo para gargalhar; lavava x peças de louça e voltava para mais um capítulo do livro, e lá se ia o dia entre a faxina e o bel-prazer, o que hoje percebo claramente, era só bel-prazer.

Aquilo me dava nos nervos, me sinto até envergonhada hoje de tamanha pequenez a minha, por querer que ele fosse rápido como eu, que adotasse os meus métodos, quando na verdade tinha o espírito bem mais elevado.

Hoje, tendo quase a mesma idade que ele tinha quando morreu, percebo o quanto aproximei os meus métodos dos dele. Acordei, me espreguicei, tomei um suco, limpei a área de Capitão Caverna, dei-lhe de comer, e parei para jogar meu tarot do dia; tirei as manchinhas da minha toalhinha Maggi, coloquei as roupas neutras na máquina e deitei na rede para ler mais um capítulo do Travessia; voltei à cozinha, comi flocos de milho – com morango, leite e mel -, lavei a louça, limpei o fogão, e deitei no sofá para ouvir o disco novo de Curumim; lavei o banheiro e vim fazer este post, mas já estou com vontade de lavar a varanda para depois fechar o primeiro orçamento do dia, e só consigo enxergar até aí, porque o fator determinante deste método é realmente o prazer.

Se o meu irmão estiver me vendo agora posso adivinhar-lhe o sorriso. =)

§ 33 Respostas para Providências divinas de sábado à maneira do meu irmão

  • Eliana disse:

    Hahaha, gente, eu acho que eu tenho pé na Bahia, só pode! hahaha Eu faço igualzinho…agora mesmo, ía arrumar a cama, mas resolvi vir aqui saber das suas boas novas…bjs

    Curtir

  • aninha disse:

    Katita, linda, te adoro. Sou do time do seu irmão,viu? Te adoro do fundo do meu coração sergipano.Beijocas no Bento.

    Curtir

  • marilene bastos disse:

    É, o negócio é encontrar prazer em tudo que se faz na vida, pois de outra forma não tem graça…Beijos

    Curtir

  • Linda postagem!! Que bom que vc aprendeu a melhor parte que é fazer o dia da faxina sem perceber que é dia dela. Também faço como seu irmão fazia e o meu dia fica bem melhor!! É a obrigação feita como lazer!

    Abraço♥♥♥

    Curtir

  • Olívia disse:

    Eu não tenho a “minha casa”… ainda moro com meus pais e às vezes sigo o molde da dona-da-casa (mamis!). Mas tenho a minha casa interna e aprendi que quando preciso arrumá-la é devagar mesmo. Com tempo, organizando cada cantinho, tirando a poeira dos lugares mais dificeis… Às vezes elas voltam e aí a gente tem que arrumar tudo de novo. E assim a vida segue!
    Beijo Katita

    Curtir

  • Ana Luiza disse:

    Lindo post, Katita! Como disseram antes, que linda homenagem ao seu irmão! Vc me fez lembrar do meu que tb ja partiu.
    Mas que maravilha é quando estas lembranças vem assim, uma saudade forte, mas com lembranças boas!
    Lindo post!

    Curtir

  • Silvia disse:

    Katita, seu irmão era minha alma gêmea na faxina ( eu nem sabia disso). Meupaidoceu…Já fui uma louca da limpeza, até um dia que resolvi não limpar mais nada. Não da maneira como fazia, sem deixar ninguém nem pisar no chão que eu acabara de limpar.
    Dai que eu resolvi sair do armário e viver a vida. Parei com a neura da faxina e fui viver a vida. Quando dá eu faço, devagar, deixando tudo limpinho e confortável, ouvindo música, conversando com os amigos, lendo meus lindos livros e revistas. Enfim, vivendo.
    Só não sabia que mais alguém no mundo usava o mesmo método. Pena que ele se foi mais cedo. Iria ser maravilhoso sentar e conversar com ele num dia desses de limpeza da alma.
    Beijos pra vc, linda.

    Curtir

  • Milena Carioca ( sumida) disse:

    Post lindo , lágrimas no rosto!!!!!!!!!!!!!!!!!Vc é uma fofinha!!!!

    Curtir

  • vivienmorgato disse:

    Eu gosto, aprovo e pratico. Primeiro porque aprendi a pensar que ao lavar louça ou quintal o legal era pensar nisso um tanto como um ritual: “to limpando a casa de energias ruins, a casa está brilhando de energias boas, tals”.
    Depois porque tv aqui em casa é como geladeira, fica ligada direto.
    Ai corrijo provas e vejo séries lavo louça e mudo pra música, beeem no estilao do teu irmão, que não sei porque, me lembrou o meu.;0)
    A vida engole a gente..se a gente deixar.
    Uma hora apareço em Salvador pra tomar um suco com vc…haha

    Curtir

  • Andrea disse:

    Pra mim, isso se chama sabedoria. 😉

    Curtir

  • Cha disse:

    Ahhh que lindo!!!
    Eu também sou assim, coloco na cabeça que tenho que fazer e saio que nem uma doida, limpando, arrumando, fazendo….para me ver lvre logo e poder aproveitar tudo cheiroso, limpinho e florido!
    E posso imaginar a saudade que vc sente do seu irmão!Daqui, mesmo longe, vai meu abraço bem apertado e cheio de coisas boas!!!=-) Saudade de quem já foi doi demais! Beijos amada, tenha um domingo bem lindo!Chá

    Curtir

  • Vanessa Ferreira disse:

    Que texto lindo…lagrimas de emoção por aqui. Beijos no seu coração! Você é muito especial!

    Curtir

  • Carol disse:

    Affffff…amei esse post, a toalha, a parede, os comentários que fizeram depois…tudinho!!! Como é bom vir aqui!
    Saúde.

    Carol – “mas a Carol de Portugal, viu?”

    Curtir

  • Lívia-Ilhéus disse:

    Katita, me vi nesse post!. Estou sempre correndo, estou sempre ocupada, estressada sempre, e sei que preciso ir mais devagar. Ouço as pessoas me aconselhando a deixar por menos, mas um bichinho aqui dentro me manda organizar, limpar, lavar, arrumar, e por aí vai. Mas estou tentando, devagar é fato, ir relaxando mais, deixando menos limpo, menos arrumado, menos organizado, pois a gente sobrevive assim . A gente só não vive é sem alegrias e paz no coração. A gente tem que se dar um tempo.

    Curtir

  • Ana disse:

    Coisa mais linda! O prazer como motor da vida.

    Curtir

  • Evelyn disse:

    Katita,

    queria eu seguir teu método, mas todo sábado acabo me pegando sem querer no método do seu mano.

    Ás vezes tem complô até… hoje mesmo foi o noivo. “Tomaria café comigo?” Eu até tentei dizer não, que tinha atividade até o teto pra fazer, gavetas de livros pra arrumar, roupa pra passar, pó pra tirar… mas e imaginar a cara dele de braveza e perder um bom momento? Fui, prometendo ser rápida, acabei dando aquela passadinha na rua pra comprar coisinhas fofinhas e necessárias, voltei, almocei, morguei até agora… vê se pode? E a culpa, cadê? Pior é que sou safada, porque nem um pingo de vergonha de ver que não fiz nada que pretendia até agora não tenho… hahaha

    Aí vai ser no esquema ‘ao longo da semana eu faço aos poucos’… é esse que funciona a maioria das vezes. Mas o prazer de viver não falta, rs.

    ps.: são 17h, e quem disse que eu vou arrumar algo? Vou é me acabar e fechar junho comemorando São Pedro numa festeenha. Sô boba não, rsrs… Quando voltar ao menos tento passar a roupa, prometo. Cheiro.

    Curtir

  • Vanderleia disse:

    Oi Katia, sempre me divirto muito com seus posts.Recebo suas novidades por e-mail e agora resolvi comentar paa dizer que adoro seu blog.Qdo puder me faça uma visita.Beijos.

    Curtir

  • Clarice Bueno disse:

    Sorte nossa te ver de coração sempre aberto e pronta para refletir numa manhã tão linda.

    Beijo grande.

    Curtir

  • lgeraldos disse:

    Saudades d’ocês…..

    Curtir

  • Isabel disse:

    Lindo, muito lindo Katita, aprendi muito com minhã Mãe, que já se foi, e me vejo como ela hoje….e aí a gente vê o quanto importante eles foram e são em nossas vidas…. Saudades, saudades muitas…. Beijos proce e pro Bento… Bom fim de semana….

    Curtir

  • Carol disse:

    Eu não tenho o espírito nobre do seu irmão, mas também gasto o dia todo para fazer poucas coisas exatamente por parar o serviço para fazer algo mais interessante. Não é à toa que muitas vezes decido e faço faxina na cozinha quase meia noite e acabo lá pelas duas horasou até mais, é que antes eu estava muito ocupada com as alegrias e na madrugada consigo ouvir o que ninguém mais ouve enquanto com prazer deixo minhas coisas livres da gordura.
    Beijos

    Curtir

  • vera lúcia melfi de andrade disse:

    Que belo ensinamento voce nos mandou hoje, Katita.!! Vou me lembrar sempre deste seu post. Um lindo dia para você!
    Vera Andrade

    Curtir

  • Fátima B. disse:

    Katita, lindo e emocionante seu post.
    Nunca sabemos o tempo que ainda temos para viver, por isso sempre achei que devemos sempre agregar o dever com o prazer, dando muito mais ênfase no prazer, para que nos dê disposição para enfrentar as obrigações da vida.
    Aonde quer que o seu irmão esteja, deve ter muito orgulho de você.
    Bjs!!!!!

    Curtir

  • Joy Cleave disse:

    Ai Ka, que post lindo!

    Vc nao sabe o bem que me fez ler isso hoje viu?
    Sabe o que eh? Eu tambem teimo em pensar assim, que fazendo tudo rapido pra “me livrar” eh a melhor maneira e assim poder aproveitar mais o fim de semana. Esse jeito de arrumar a casa e organizar as pendencias, tal como seu irmao fazia, me lembra o estilo do meu marido…hahaha Enquanto eu quero ser a frenetica que faz tudo em 2 tempos, ele eh mais devagar e so agora lendo seu post eu vi que nao tem nada de errado com isso e que talvez eu tenha mesmo que para de me sentir culpada por sentar no sofa e tomar um cafe no meio da faxina.

    Vc tem toda razao viu?

    Ai ai que agora eu to mais leve…

    Brigada!

    Beijao e bom fim de semana pra ti xxx

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Providências divinas de sábado à maneira do meu irmão no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: