Regra de ouro da Danuza Leão para praticar o desapego

5 de janeiro de 2012 § 33 Comentários

Eu não consigo começar o ano sem dar uma batida geral em casa para me livrar de tudo o que eu não uso. Já virou um ritual há muito tempo. Foi a primeira coisa que eu fiz quando cheguei de viagem, antes mesmo de fazer mercado. Só que desta vez, com uma ajuda muito especial e que fez TODA a diferença. Desde que li lá na praia o capítulo Simplificando do É tudo tão simples da Danuza Leão, quando ela diz tudo o que você não usa há um ano deve sair, eu percebi que este um ano faria toda a diferença para a minha primeira geral de 2012. E fez mesmo. Foram dois elevadores repletos de tralhas, nunca liberei tanta coisa. É preciso dizer que na condição de produtora de festas é até natural que eu junte algumas coisas, mas nem este detalhe profissinal eu considerei. Nada se compara a sensação de remover 500kg dos ombros.

E já que eu estou falando de simplificar a vida, e de Danuza Leão, que tem um humor absolutamente contagiante, ficam mais alguns trechos deste capítulo para voce amar ou odiar essa lôka! Eu amo.

“Agora, para simplificar MESMO a vida, é preciso se livrar do mais complicado: as roupas. A primeira coisa a fazer, para ter um armário em perfeita ordem, é comprar dúzias de cabides, todos absolutamente iguais e da mesma cor. Ok, de dois tipos, um para saias e calças, e os normais. E aqueles horrendos, que vêm com a roupa da tinturaria, lixo, na hora. Sem cabides iguais, não dá nem para dormir direito.”

KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKA!

“Não perca seu tempo comprando (ou guardando) aquele vestido porque um dia vai emagrecer. Sabe quando isso vai acontecer? Provavelmente nunca, e a cada vez que olhar para aquela roupa de quando era um palito vai cair em profunda depressão. KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAK! Ó que franca? Nem é um problema de ter engordado, mas com o tempo o corpo muda; se você olhar uma radiografia de alguém aos vinte anos, e depois outra da mesma pessoa aos sessenta, mesmo que ela tenha o mesmo peso, vai haver diferença.”

Ai, ai… esse é o tipo de “auto-ajuda” que eu acredito, viu? E o que é melhor, gargalhando, que é o que a gente leva de bom desta vida! Ninguém me provoca gargalhadas mais deliciosas do que essa mulher, tão absurda, tão lúcida, tão elegante, tão civilizada, e agora tão simples.

Boas gargalhadas, queridas, e leiam a Danuza Leão!!!!!!!

§ 33 Respostas para Regra de ouro da Danuza Leão para praticar o desapego

  • Lina Gervasio disse:

    estou em busca de tratamento…. como é dificil desapegar…

    Curtir

  • rosy de Oliveira disse:

    Eu adorei ler sobre desapego..tô precisando urgente fazer aqui em casa,mas sempre penso que vou usar depois e por aí vai …ficando tudo do mesmo jeito.Preciso de ajuda vou comprar o livro

    Curtir

    • Katita disse:

      Rosy, acumuladores são muito comuns, em muitos graus, que chegam a ser bem graves. Por uma vida mais leve e saudável é bom tentar resolver sim. O livro pode te ajudar, e não só esse. Há muito sobre desapego na rede e até programas de tevê voltados para o tema.
      Boa sorte e um beijo,
      K.

      Curtir

  • Gustavo Zanin disse:

    Me dá brotoejas só de pensar em arrumar aquele escombro que é minha casa. Mas com a chegada da minha pequena Alice, não vejo outra saída senão desapegar. Mas uma coisa que eu quero ver é a minha mulher jogar metade do guarda roupas fora. Tem coisas que ela não usa há anos, coisas de antes de a gente se casar. Me deseje sorte.

    Curtir

  • regina disse:

    Amigas, desapego….isto é uma verdade e um seguir contínuo em busca do verdadeiro. Me desapeguei de tudo. Tenho o que me da prazer. Deixei de lado móveis antigos, cristais, quadros , livros, (leio os novos ou antigos que busco nas bibliotecas públicas). Um guarda roupa com o essencial para viver e bem, ou seja poucas roupas. O máximo de escolhas para viver com prazer.Fotos????? Rasgo as que não sei quem são. As que meus filhos não conhecem e nem nunca saberão quem são. Deixo a casa limpa e arejada, desapegada de tudo…

    Curtir

  • Iroka disse:

    Eita Katita, se soubesse teria perguntado antes se não teria a sobra do papel de parede luxo nesse desapego.Bjks!!

    Curtir

  • Anita disse:

    Kátia, há anos que eu frequento a seita “Cabides tem que ser todos iguais”. Se o guarda-roupa estiver bagunçado não adianta que eu também NÃO VOU DORMIR. Veja mais dicas aqui: http://www.youtube.com/watch?v=UZCMFP3WqWA&feature=player_embedded

    Curtir

  • Andrea Meneghel disse:

    Katita, adoro a Danuza!
    Essa coisa de faxina eu pratico com frequência. Sem morei em “apertamento” e o espaço limitado me ensino a ser assim. No fim das contas sou uma pessoa que odeia coisas acumuladas.
    Esse ano já fiz a faxina no escritório, organizei meus quilos de livros e tal… mas agora vou pegar os armários da cozinha, da sala (onde guardo louças e coisas afins) e dar uma outra geral no meu armário (fiz isso faz uns meses).
    Sou tão maluca da organização e da faxina “energética” que me ofereço para ajudar todo mundo que fala que precisa fazer uma! rs
    Adoro essa coisa de mandar embora oq não usamos e deixar oq temos organizado, no lugar, à mão.
    Beijos.

    Curtir

  • Katita do céu, ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei esse post demais da conta!!!!!!! Parece que vc escreveu pra mim, sabia?
    Acho que ninguém mais do que eu tá precisando fazer a geral nos armários e gavetas!!!!!
    Menina, é tanta tranqueira, mas tanta, que só de pensar me dá uma preguiça…
    O mais difícil não é nem começar, mas quando já estamos na metade da coisa e olhamos pro quarto, pra aquela zona geral, eu sempre penso: “pra quê que eu fui inventar de fazer isso???” ahahahahahahaha

    Menina, acredita que eu tenho roupa de mais de 5 anos e que nunca usei e tenho certeza que nunca usarei?????? AFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
    Sem contar aquelas roupas que ficamos esperando um momento especial pra usar e esse momento nunca chega!!!
    Tenho uns 3 sacos de sapatos sem uso pra me livrar há 2 anos no armário!!!!!! Brincadeira, né? Claro que não!!!! Verdade absoluta!!!!
    Meu Deus, sem contar a gaveta das calcinhas e sutiãs!!!! Uma vergonha!!!!! ahahahahahahahaha
    E os cabides?????? Cada um de uma cor e material diferentes!!!! ahahahahahahahahahahah

    Jesus, baixa uma Katita “nimim”, por favor!!!!!!!!!!!

    Beijos

    Curtir

  • Dri disse:

    Sou como a colega Ilma, um furacão na hora desse tipo de limpeza e por influência do seu texto fui pra casa determinada. E daí que começa a campanha da Defesa Civil aqui de Minas…

    Bom, um porta malas cheio vai parar na porta dos Bombeiros hoje.

    Curtir

  • Katita disse:

    Queridas todas, ler vocês também é uma delícia, fico louca pra chegar aqui! Obrigada!
    =)
    Beijo estalado em cada bochecha!
    K.

    Curtir

  • Katita disse:

    Si, lembrou bem. Infelizmente tem gente que também merece ir pro saco!
    =)
    Beijo novinho em folha que nem o ano que acaba de chegar!
    K.

    Curtir

  • Katita disse:

    Teinha, minha candanga fofa chiquérrima que me fez entalar na hora da despedida na Glau! =)))))))))
    Meu bem, eu também estou sempre descartando o desnecessário, mas esta geral de fim de ano/ início do próximo é ritualística e a maior de todas. Mas você disse uma coisa fundamental: melhor do que o desapego é acumular menos!
    Beijo enorme, sua delícia.
    K.

    Curtir

  • Katita disse:

    Lu, minha deusa grega, você não faz idéia de como esteve presente no jantar grego que eu fiz em Maraú. Logo verá!
    Beijo imenso azul que nem esse mar paradisíaco que você respira aí!
    =)
    K.

    Curtir

  • Katita disse:

    Ila, você é uma espécie rara!
    =)

    Curtir

  • lucianaborgessilva@hotmail.com disse:

    Afe… Tem dois dias fazendo isso aqui em casa. São 2 crianças e 1 adolescente, pense nas bujigangas é coisa viu… Só foi papel, livros, cadernos, gavetas, cds… Falta as roupas, nos brinquedos tive que negociar… Está valendo a pena, a casa parece que está mais limpa e leve, esta é a sensação… Até o marido está faxinando a garagem… Um grande beijo Katita…

    Curtir

  • Marilene Bastos disse:

    Adoro Danuza e adoro vc vou catar esse livro já..Feliz 2012!!!!

    Curtir

  • isabel disse:

    Katita, também fazemos a faxina de Ano Novo – já virou mania em casa…. esse ano fiz antes do ano terminar – foram varios e varios quilos de roupas, sapatos, cadernos, cd, dvd – tudo doado – sempre tem quem ache lindo aquele sapato, aquele vestido….Infelizmente, não me desapeguei de um vestido lindo, que não serve mais, mas passei tantos momentos bons com ele…..

    Curtir

  • Fernanda disse:

    Amei seu post, principalmente a parte sobre as roupas rsrsrsrs Eu não tenho muito problema de me desapegar de coisas que não uso mais, mas as roupas… como é difícil…. Tenho um tailler que comprei quanto tinha 19 anos (hoje tenho 32) e que usei por muitos anos, mas parou de me servir depois dos 27…. Até hoje guardo esperando emagrecer para servir nele, mas é como a Danuza Leão disse que o corpo muda com o tempo e mesmo que eu pesasse a mesma coisa que pesava há 13 anos atrás o meu conjuntinho não me serviria mais. O melhor que temos a fazer é uma “faxina” no guarda-roupa e deixar lá só o que realmente usamos 🙂

    Um grande beijo

    Fernanda

    Curtir

  • Joy Cleave disse:

    Adorei demais esse post!

    Eh sempre bom abrir espaco na casa, na vida….

    Seja bem vinda de volta e…

    amei os trechos do livro. Fiquei cheia de vontade ler 🙂

    Beijos mil x

    Curtir

  • Simone Marcelino disse:

    Querida,
    Adorei!! Eu tbém costumo fazer isso no final de ano pra garantir a sobrevivência! Esse ano fiz como parte de um projeto pra 2012 que eu batizei de N.Q,M,traduzindo: Nada que machuque. Eliminei tudo que aperta e machuca,aquela blusa que vc jura que vai emagracer pra ficar legal e só te aperta,aquele sapato que a linda vendedora jurou que ia
    “lacear” foi um tal de encher sacola que nem te conto,nesse projeto nada que me machuque em 2012 incluí tudo:sutiãs,sapatos,roupas e pessoas!Tô passando longe.
    Beijocas
    Si

    Curtir

  • Téia disse:

    Katita, minha queriduxa, eu também adorei este livro, acho que li tudo em uma hora, ela é tão leve que a gente nem percebe o tempo passar. Agora, o desapego, faço sempre, sempre, não espero ano novo, nem nada, sempre que bate a disposição vou me livrando dos excessos, uma hora as roupas, outra as revistas e livros, os objetos de casa, os utensílios, sapatos, nem se fala, toda hora, porque toda hora compro novos, enfim, o velho se livrar do velho para deixar entrar o novo, e que o novo seja cada vez menos. Que entre muita alegria, muita farra, muito descanso, muita amizade, amor, carinho, realizações, paz e esperança. UM ANO DE 2012 MARAVILHOSO PARA VOCÊ. Bj na ponta do nariz. Téia.

    Curtir

  • Eliana disse:

    Meu….fechadíssimo…assino embaixo. Simbora fazer uma leva geral mesmo, abrir espaço pro novo pq a gente também muda…e não é só fisicamente…então pra que ficar com as mesmas coisas já que até nós nos renovamos!?!?!?! Feliz Ano Novo!!!!!!

    Curtir

  • Luciene disse:

    Katita, saudades mil ! Muita correria por aqui, vou seguir a dica da Danuza e dar esta geral generalizada … Ano Novo, espaco novo! Beijo em ti e em Bento, um ano cheio de saude e boas novas a todos !

    Curtir

  • Carla M. da Conceição disse:

    Katita flor de maracujá, eu tb sou FÃ da Danuza! Adorei sua descrição dela: ” tão absurda, tão lúcida, tão elegante, tão civilizada, e agora tão simples…” Sério, quando eu crescer quero escrever como ela. Só compro a revista Claudia por causa da coluna dela e do encarte de receitas (tá bom, o horóscopo tb, cof cof cof).

    Infelizmente ainda não tive tempo de fazer como vc e me livrar das tranqueiras aqui de casa. Sabe como é… Final de ano movimentado, minha pituquinha de 1 ano e 5 meses ficou gripada, eu tb, muito trabalho para entregar (graças a Zeus!). Daqui a pouco, só a Nasa para dar um jeito no buraco negro que chamo de “meu armário”! hehehe

    Apaixonei pelo seu post sobre o trabalho de ano-novo na casa dos phynos. Ahasa, gata! 🙂

    um milhão de beijinhos

    Ca (RJ)

    Curtir

  • Ila Fox disse:

    Hahahaha, eu sou a louca do desapego aqui em casa, se me deixar moro naquelas casas tipo de japones, sem nada sabe? meu marido em compensação tem pena de jogar fora até camiseta velha. Aiai, só o amor constrói viu! 😛

    Curtir

  • Erica Cilene Pires Correia disse:

    Também pratiquei meu desapego em casa, no final do ano.
    Cozinha, roupas, sapatos, remedios, ferramentas, papéis, esmaltes, bijouterias, enfim … tudo que estava apenas ocupando o espaço mandei pro brechó … Que eles façam bom uso por lá. Por aqui liberei espaço para novas energias.
    Ano novo, vida nova!

    Feliz Ano Novo querida!

    Curtir

  • Um dos melhores posts que já li neste blog.

    Feliz ano novo Katita.

    Um bjO!

    Lu

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Regra de ouro da Danuza Leão para praticar o desapego no Pitéu.

Meta

%d blogueiros gostam disto: