A história das coisas

19 de novembro de 2011 § 40 Comentários

Toda vez que alguém vem aqui em casa pela primeira vez e eu sirvo uma bebida, é sempre a mesma coisa:

– Katita, me dá um porta-copos?
– Carece não.
– Mas, e se manchar a mesinha?
– Ué, é a história da mesinha.

Dali a pouco neguim vai logo tirando o sapato e afundando no sofá. =)

Bah! E eu lá quero móveis sem marcas? É que nem comer massa longa ao pomodoro sem respingar na roupa; jantar com vinho tinto e não manchar a toalha branca de linho; passar pela vida sem arranhões…

Qual nada! Me joguem na parede e me chamem de lagartixa, que eu quero.

§ 40 Respostas para A história das coisas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A história das coisas no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: