Na ponta da minha língua

17 de novembro de 2011 § 29 Comentários

Todo canto que eu vou tem amostra grátis desse trem. Para vocês terem uma idéia, esse aí eu ganhei na locadora de devedês. Duas caixas! Daí que eu resolvi fazer um feijão donzelo (sem carnes) só para testar o produto, me pelando de medo do sal. Assim, deu até certo, não é ruim não, nem tão salgado quanto imaginei que fosse, mas para quê jogar para dentro “realçador de sabor glutamato monossódico, reguladores de acidez citrato de sódio e ácido cítrico, antiumectante dióxido de sílico, aromatizantes e corantes” (que eu não faço a menor idéia do que sejam mas não confio neles), se dá para cozinhar o feijão com um belo louro e refogar um negócio de um alho e uma cebola sem prejuízo, minha gente? Só dois motivos justificam um negócio desses: falta de tempo e vergonha nas nossas carinhas. =)

Mas não é ruim não.

No meu querido Ceasinha do Rio Vermelho, foi aberto recentemente o Box do Alemão, uma espécie de pequeno empório onde é possível comprar ótimos molhos e massas artesanais especiais resfriadas, azeites e especiarias. No balcão a gente degusta sanduíches de salsichão alemão com vários tipos de mostardas, disponíveis para a venda. Experimentei várias, mas foi a Inter Peter picante doce que me seduziu. Gamei.

De vez em quando eu compro uma cerveja gringa para ver qual é. Dia desses experimentei a Murphy´s Irish Red Ale, do grupo Heineken. Coisa fina, seca e amarguinha.

E enquanto isso, em São Gonçalo dos Campos, os Supermercados Monteiro continuam vendendo espumante brut Rio Sol por 16 pilas, e eu consumindo o estoque aos poquinhos cada vez que vou para lá. E outra: o Moscatel (que eu passo) e o rosè saem a 10 pilas, falei? =))))))))))))))))))))))))))

§ 29 Respostas para Na ponta da minha língua

  • Nathan disse:

    Pessoal, vamso com calma quando o assunto vira lenda.
    Glutamato monossódico é um realçador de sabor usado em vários tipos de alimento para ter aquele “gostinho de gostoso”. Só lembrando que glutamano pode vir de fontes naturais como queijo e tomate. NUNCA foi provado que faz mal nenhum, o que contam, é apenas comentarios. Assim como os adoçantes artificiais, os testes nunca foram conclusivos…
    Os outros Katita, eu te explico, o citrato de sódio e ácido citrico são conservantes, muito encontrado em frutas cítricas principalmente.
    Já o dióxido de silicio é a mesma coisa que vidro, mas não se preocupe, ele não cortará nada dentro de você, mas ele é otimo para absorver umidade dentro dele evitando que o pó fique molhado. E por fim, o aromatizante e corante é apenas para enganar o consumidor hehehe. Tudo que eles falaram ai é tudo normal, o problema é: o que causa o sabor? Isso é segredo da empresa e ai que você não deve confiar hehehehe…

    So para ficar uma dica sobre alimentos que causam cancer, sabia que oxigenio “o ar que respiramos” é um produto químico perigoso? Mas a quantidade que temos dele disponivel até agora não foi crucial para nos matar, então, antes de falar que um alimento é perigoso, temos que ver o tanto que vai usar dele…

    Curtir

    • Katita disse:

      Ai, Nathan, medinho, viu?
      Obrigada pelas suas contribuições. Eu rachei o bico aqui com você me acalmando que o dióxido de silício não me cortará por dentro. KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKA!
      Todo esse disse-me-disse me faz lembrar de uma música do Titãs dos idos dos 90 que dizia: “Não confio em ninguém, não confio em ninguém, não confio em ninguém com mais de trinta, não confio em ninguém com 32 dentes”.
      =)

      Curtir

  • Andrea Meneghel disse:

    Esse negócio de tempero pronto não é pra mim.
    Gosto da cebola e do alho (esse sim eu apelo pelo de potinho, já picadinho, sem adição de sal) e do que mais minha gaveta de temperos puder me oferecer e “ornar” com a história toda.
    Eu acho que já tem muita coisa artificial em nossas vidas para sabotar a honestidade do feijãozinho.
    Ah! Adorei “feijão donzelo”!! É o meu predileto!! 🙂
    Beijos!

    Curtir

  • Eu gosto de feijão de todo jeito, mas “feijão donzelo” eu AMO!!!! O jeito que eu mais gosto do feijão é assim, sem nada, só temperado com louro, alho e sal, e ÓBVIO, feito pela minha mãe. 🙂 Ah! E de preferência que seja mulatinho ou carioquinha. A comida que mais AMO na VI-DA!
    E quando ele sai fresquinho, com aquele cheirinho de feijão puro? Jesus! Se eu me concentrar muito nele como SÓ ele e esqueço do resto da comida!
    (Convenci, não?…rs)

    Beijo, Katita!!!

    Curtir

  • Fafah disse:

    Menina Katita!

    Oi! (andava eu desaparecida!)

    Olha , o Rio Sol entrou lá em casa pra nunca mais sair! Adoro! Brut, Rosé, tanto faz. Baratinho e não faz feio né!

    bjs Nenem!

    Curtir

  • Angela Cruz disse:

    Essa mostardinha é dos Deuses, mesmo.
    Adoro usá-la pra temperar aquele peito de frango grelhado, que fico meio sem sabor, sabe?
    Dá um “up” na coisa, fica bom!

    Curtir

  • Pois é, Katita, querida!

    eu também não sou ortodoxa com esse negócio de comida saudável. Gosto de comer e, principalmente, comer bem, por isso é que o saborzinho fake do glutamato não me agrada, assim como os chicletes, balas e doces multicoloridos de criança…. Marina é que ainda não consegue entender… eu tento explicar que não me convence o sabor artificial…. que não vale à pena tanta caloria por tão pouco prazer….

    De um tal Dr. Soleil, com quem aprendi umas coisinhas de alimentação saudável como esta classificação das comidas de um extremo que gera vida a outro que ceifa a dita cuja, passando por duas outras opções no intervalo, também aprendi que eventualmente dá pra comer de tudo um pouco se no geral mantivermos um bom equilíbrio…. E nada se compara ao encanto de ver matérias vivas se transformarem em um belo prato, que o diga meu “novo e lúdico” pesto…

    Coisa mais boa esta convivência em rede, hein? Bjk.

    Curtir

    • Katita disse:

      Rafa, das primeiras vezes que aprovei e respondi os teus comentários não saquei que era você, sabia? Só de uma semana para cá é que eu peguei o Cordeiro pelo cabresto!
      Fiquei super feliz com o teu e-mail sobre o pesto, cO!o-estrelado pelo Léo.
      Bento ainda não se jogou nos doces… deve ser por isso que é o único guri das duas turmas que ainda não caiu nenhum dente! BINGo! mas é lógico que eu tô preparada para uma virada.
      =)
      Beijo, queridíssima! Devo a descoberta de Manoel de Barros a você e ao Léo e não esquecerei disso jamais!
      K.

      Curtir

  • Karine disse:

    Quem diria hein??? Eu trabalhava em Conceição e passava sempre em São Gonçalo e pensava na minha ignorância e preconceito que nada nem ninguém ali tinha muito de especial. Ai que feio eu pensar isso. Não tô falando que não via beleza na simplicidade do interior. Via sim… e muito. Mas não achava que existiam pessoas com um pouco mais de sensibilidade. Pra mim tudo se resumia à arrocha e aos babas dos fins de semana.

    E quem diria que uma pessoa como vc anda por essas bandas.

    Nada como a vida pra dar um sôco no estômago.

    Curtir

    • Katita disse:

      Karine, flor, a gente tem que viver muito para interiorizar coisas básicas, né? E eu me incluo antes de qualquer um nessa fila. Conheço pessoas adoráveis e queridíssimas ali, e sim, o arrocha é um aspecto cultural fortíssimo daquela região, que a gente pode até não gostar, mas tem a obrigação de respeitar muitíssimo. E digo mais, já caí no arrocha em algumas ocasiões e me diverti LOUCAMENTE!!!!!!!!!!!
      =)
      Beijo,
      K.

      Curtir

  • Katita, o glutamato monossódico está associado ao Mal de Alzeimer, diabetes, obesidade, e pasme: estudos mostram que ele causa RETARDO MENTAL. É que temos nos neurônios reagentes à base de glutamato, que ‘brigam’ com o que a gente ingere, fazendo com q a comunicação entre os neurônios fique mais lenta. Absurdo! A mãe, na correria, faz um miojo cheeeeio de glutamato pro filho e manda o coitado pra escola, pra aprender. Mal sabendo, coitada, que está ajudando a diminuir a capacidade de raciocínio da criança. O pior é que o glutamato ainda vem disfarçado com outros nomes, como ‘sabor natural’, ou ‘proteína vegetal hidrolisada’.
    Além deste, tem outros venenos que ingerimos sem saber, como edulcorantes artificiais, ciclamato, sacarina (adoçante), que causam problemas neurológicos, corantes artificiais, que causam câncer, e tantas outras coisas…. é pesquisar pra saber!

    Penso como você, Katita, alho, cebola, louro, ervas, azeite… temperos naturais sem contra-indicação e sabor maravilhoso 🙂

    Curtir

  • leila disse:

    nossa, também to fora dessas químicas todas. química pra mim só escova progressiva :). eu uso esfregar as mãos com póde café para tirar cheiro de alho, funciona! bjo

    Curtir

  • Anamaria disse:

    Katita, minha flor, esses condimentos comprometem a saúde podicrê.
    Quem não é hipertenso fica e quem já é piora demais.
    A quantidade de sódio é inacreditável.
    E como vc disse, tão fácil temperar um feijãozinho……
    Beijos,

    Curtir

  • Luma disse:

    Acho que esse Meu Feijão é mais para colocar no feijão congelado, porque aparentemente ele faz o feijão ficar com jeito de feijão fresco, do que pra usar no feijão recém-pronto.

    Curtir

  • renata rodriguez disse:

    concordo Katita, pra que ingerir tanto produto químico????

    Curtir

  • Marilene da Silva Bastos disse:

    Ka, tb acho desnecessário utilizar esse “facilitador”, e ainda tem o Meu Arroz, realmente não vejo vantagem…E segundo alguns estudos, muitas dessas substancias estão relacionadas com o aumento de hiperatividade em crianças, então to fora!!!!! Agora o Rio Sol é realmente tudo de bom e não é que achei no Mundial a menos d 20 reais, mas acho que outras cariocas tb são suas seguidoras, pq voltei no outro dia e fizeram a limpa..Beijos a vc ……..beijos a Salvador, saudades!!!!!

    Curtir

  • Querida,

    de todos os aditivos que vc falou, só um deles eu reconheço, o glutamato. Sabe aquele gostinho nem doce, nem sal de todas as comidas prontas?

    É glutamato. O velho Ajinomoto. Antes de comprar um soyou ele olho para ver se tem o glutamato, se tiver, tô fora.

    Os macrô dizem que ele desidrata o corpo e os colocam na categoria dos alimentos biocídicos. Ele também é o réu no caso de algumas cefaléias vasomotoras, aquelas pulsáteis. Outro dia uma pessoa me disse que tinha este tipo de dor de cabeça após comer Burguer King, deve ser por causa do glutamato, falei. Eu sugeri uma neosaldina e a criatura disse que tem medo de remédio… e come Burguer King e Mc Donald’s… pode?

    Curtir

  • mysteriouscircumstances disse:

    Murphy’s!!!

    Curtir

  • Menina, também ganhei um monte dessas amostras e elas até que quebram um galho quando não tô a fim de correr para o trabalho com a mão cheirando a alho. Aliás, tem algum segredo que efetivamente tire cheiro de cebola e alho da mão?

    E esse salsichão, hein.. juntou com a cerveja e pronto. Tô com água na boca.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Na ponta da minha língua no Pitéu.

Meta

%d blogueiros gostam disto: