Congelamento do amor – da série O amor e a comida

8 de junho de 2011 § 55 Comentários

Katita

Que site mais fofo é esse? Sempre que posso dou um carrerinha no computador para dar uma olhada nas suas novidades (cada uma melhor que a outra). Sou mulher, esposa, nutricionista, dedicada ao lar mas ainda principiante e com uma missão (com sua ajuda não será impossível) nas mãos… Cozinhar comidinhas apetitosas e mante-las congeladas para o almoço do meu maridão no trabalho durante a semana. No início do nosso casório, devido a minha falta de intimidade com as panelas o meu marido comia todo santo dia no trabalho, aquela comida bem mais ou menos e ainda gastava horrores por mês. Mas hoje que já tenho uma certa desenvoltura (graças ao Pitéu), ando me arriscando na cozinha aqui de casa, tudo em prol de meu maridão. Ele comprou uma daquelas marmitas que esquentam em banho maria… Bem… Queria sua ajuda para dicas para refeições caseiras simples congeladas: dicas de cuidados no preparo, refeições que ficariam melhores, receitinhas básicas, temperinho para realçar o sabor… Enfim, um help daqueles que só o pitéu dá.

Um beijão katita.

Janine

Então, fofoletes, eu adorei o pedido da Janine por dois motivos: primeiro porque ele cabe lindamente na minha proposta de O Amor e Comida em junho, e depois porque eu desenvolvi um material bacana sobre congelamento há algum tempo que estava aqui só esperando a hora certa para cair na roda. Mas como a Janine traz duas questões distintas, que são o congelamento e a marmita, vou fazer dois posts, até porque, além do conteúdo de congelamento ser MUITO extenso, eu tenho também outro pedido de outra leitora sobre marmitas, valeu?

Espero que possa ser útil não só para a Janine como para muitas de vocês, mas não se esqueçam nunca que estas são as minhas experiências pessoais, que não existe verdade absoluta no Pitéu, e que as experiências e informações que vocês trazem são de imensa valia para este conteúdo, o que significa que eu vou estar sempre aberta para acrescentar, modificar ou excluir informações, se eu achar que é o caso, fechado?

Cliquem aqui neste link abaixo em inglês (preciso resolver isso) e leia o post de cabo a rabo!


Sim ao congelamento!

Tem gente que diz que não gosta de comida congelada, só de alimentos fresquinhos, mas considerando que o congelamento não altera nem o sabor e nem as propriedades dos alimentos, essa birra pode cair por terra. É claro que se a comadre tem disponibilidade e vontade de cozinhar todo santo dia, ótimo, mas para quem não tem tempo e nem paciência para tal, o congelamento é uma ótima solução. Basta reservar um único dia para cozinhar e congelar todo o cardápio da semana, quinzena ou mês, garantindo comidinha gostosa na mesa de cada dia, sem estresse. E você ainda pode delegar esta função, caso não queira colocar a mão na massa. E se você não tiver a quem delegar esta função em casa, há profissionais que fazem congelamento em domicílio. Mas o dia de congelamento pode ser divertido. O ideal é que você esteja sozinho, sem compromisso, e não precise interromper o processo para servir almoço para a família, por exemplo. Uma idéia legal é combinar com a família para que eles almocem fora neste dia, e improvisar alguma coisa rápida só para você.

Além da praticidade, o congelamento tem muitas outras vantagens, como a garantia de uma alimentação balanceada, uma vez que o cardápio será pensado com antecedência; economia de gás e com produtos em promoção, que podem ser estocados; sem falar que o porcionamento dos alimentos de acordo com as reais necessidades da família, evita os desperdício. E ainda que haja sobras, o que é difícil com um porcionamento racional, é só lançar mão das técnicas de reaproveitamento, mas nunca recongelá-las.

Pode-se congelar quase tudo: frutas (exceção a peras e bananas), bolos, tortas, doces e sobremesas, pães, carnes cruas, ovos, laticínios, vegetais. Mas o meu enfoque maior será para os pratos semi-prontos, considerando, principalmente, o congelamento de cardápios semanais, quinzenais ou mensais (a depender da capacidade do seu congelador ou freezer) para solteiros e pequenas famílias.

Passo-a-passo para um congelamento semanal , quinzenal ou mensal

I – O planejamento do cardápio e a lista de compras

Este é o momento de garantir um cardápio variado e balanceado. Tome papel e caneta e esboce o que você quer comer em cada dia. É bacana combinar uma proteína, vegetais, carboidrato e cereal. Lembre-se que quanto mais colorido e rico em texturas, mais nutritivo será o seu prato. Há quem congele apenas os pratos principais e prefira fazer arroz fresco, salada e acompanhamentos simples todos os dias; há quem congele até mesmo o arroz, que também fica ótimo, após descongelado em banho-maria. Esboçado o cardápio semanal, passe à lista de compras.

Diversifique as proteínas, comprando diferentes tipos de carnes, ave e peixes; diversifique os cereais, comprando diferentes tipos de feijões e arroz, grão de bico, quinoa, entre outros; diversifique os vegetais e prepare uma seleta bem colorida, que poderá ser utilizadas de diversas formas, como você verá a seguir.

II – Pré-requisitos

Para fazer congelamento você vai precisar de:

1- Um freezer ou simplesmente um bom congelador, que tenha tamanho suficiente para acondicionar a quantidade de recipientes que você vai preparar;
2- Recipientes plásticos com tampas, preferencialmente quadrados e retangulares para um melhor aproveitamento do espaço;
3- Papel laminado;
4- Plástico aderente ou papel filme;
5- Sacos plásticos próprios para congelamento;
6- Etiquetas adesivas e caneta;
7- Bombinha para retirada de ar (opcional).

III – Metodologia

É preciso organizar a cena do congelamento, pois você vai lidar com uma grande quantidade de alimentos, temperos e utensílios. As dicas para não se perder são:

1- Agrupar os elementos. Disponha todos os potes, sacos, papel laminado e etiquetas num único lugar.
2- Não acumule louça na pia. Você já estará lidando com muitos elementos. De vez em quando, entre uma etapa e outra, pare para lavar os pratos, recolher lixo e limpar a pia.
3- Calcule e pique todos os temperos que vai usar de uma só vez, colocando-os em potinhos fechados conservados na geladeira.
4- Otimize o tempo. Comece temperando as carnes brancas, aves e peixes, assim, enquanto elas incorporam os temperos na geladeira, você poderá preparar vegetais e cereais.
5- Uma coisa de cada vez: digamos que você comece a trabalhar com o frango. Uma bandeja de peito pode render três tipos de pratos diferentes para duas pessoas cada. Corte 1/3 em bifes, 1/3 em cubinhos e 1/3 em iscas e use o mesmo tempero básico para os três: alho, sal, pimenta do reino, gotas de limão e ervas, no pilão. Leve ao refrigerador para “pegar o tempero” enquanto prepara outros alimentos, e depois prepare os 3 pratos de frango de uma só vez. Com estes cortes você pode, por exemplo, fazer rolês de frango com molho de tomate, ensopadinho e estrogonofe, lembrando que o creme de leite não deve ser congelado, e só deverá ser adicionado na hora de servir o prato, depois de congelado e aquecido. O mesmo acontece com o leite do purê, que não deve ser congelado, mas somado apenas na hora de servir.
6- Planeje a utilização do forno, assando tudo de uma só vez, e economizando assim gás e tempo.

IV – Regras básicas de congelamento

1- Os alimentos que serão utilizados no congelamento devem ser de ótima qualidade e o mais frescos possível.
2- Não se pode completar o processo de cocção dos pratos semi-prontos para congelamento; justamente por isso eles são semi-prontos. É que não podemos esquecer que depois de descongelados eles voltarão ao fogo ou forno para a sua finalização, na hora de servir.
3- Para interromper a cocção e garantir a manutenção das propriedades dos alimentos, você deve fazer um resfriamento rápido logo após o cozimento, usando uma bacia com água e gelo, por exemplo. Depois, todas as porções já embaladas devem permanecer no refrigerador até que todas estejam prontas para serem acondicionadas no congelador ou freezer, que devem ser abertos o mínimo possível. Outra coisa: o congelamento intensifica os sabores dos temperos, portanto, o menos é mais nessa hora.
4- O porcionamento dos alimentos é muito importante. Esteja atento às quantidades realmente necessárias de cada porção, a fim de evitar desperdício, até porque, uma vez descongelado, o alimento não deve ser recongelado.
5- O ideal é que não sobre espaço entre a comida acondicionada e a tampa, mas se isso acontecer, preencha este espaço com papel laminado, assim evita-se a formação de cristais de gelo e de concentração de ar.
6- A vedação dos alimentos é fundamental para se manter as suas propriedades. Os potes devem ser hermeticamente fechados e preenchidos com papel laminado; os alimentos embalados em papel alumínio, precisam ser bem pressionados, e é a parte brilhante que deve ter contato com o alimentos; os ensacados devem ter o ar extraído com a ajuda de uma bombinha apropriada, ou na ausência desta, basta ter cuidado na hora de fechar o saquinho, expulsando o máximo de ar e lacrando os sacos com arames plastificados.
7- Todas as embalagens precisam ter etiquetas com o nome do alimento e a data em que foram embaladas, sendo 3 meses, a validade recomendada para semi-prontos congelados. E não se esqueça de ir consumindo sempre os produtos congelados há mais tempo!
8- As melhores formas de se descongelar um prato semi-pronto, é levando-o diretamente ao fogo ou forno.

DICAS IMPORTANTES

1- Não se deve congelar: amido de milho, creme de leite, leite, chantilly, iogurte, folhas (exceção às hortaliças), pepino, tomate, banana, pera, queijo cremoso, macarrão sem molho, maionese, saladas, claras, batatas e ovos cozidos, molhos engrossados com amido de milho e farinha de trigo, gelatinas e pudins, pois o congelamento altera as suas propriedades e texturas.
2- Não entre numas de comprar recipientes novos para congelamento. Bonitinho é consumir menos e produzir menos lixo. Aproveite as embalagens de sorvete, comida delivery, e todas as que forem possíveis. Remova os rótulos, esterilize as embalagens, e terá o que precisa para acondicionar ao alimentos para o congelamento.
3- Congele líquidos, como caldos e molhos em potes de vidro, de plástico ou em cubos de gelo, mas não esqueça que o líquido se expande quando congelado, e deixe uma margem de uns 2cm entre o líquido e a borda, a fim de evitar trincamentos. Os caldos congelados em cubos de gelo devem ser transferidos para saquinhos depois de congelados.
4- Prepare uma grande seleta de vegetais, com vagem, brócolis, couve-flor, ervilhas frescas, cenoura, todos cozidos rapidamente no vapor, cada um a seu tempo. Se quiser junte palmito, azeitonas, milho e aspargos depois. Você terá uma linda, colorida e nutritiva mistura de vegetais que poderá ser utilizada de várias maneiras. Uma seleta de legumes é uma espécie de coringa do congelamento, e pode virar omelete, salada, ser incorporada ao macarrão ou arroz, ser simplesmente salteada no alho e óleo, o que der na telha. Para tanto, a seleta deve ser congelada in natura, mas para garantir a manutenção de suas propriedades, antes disso, deve passar por um processo de branqueamento e resfriagem antes de ser embalada. Branquear é escaldar os vegetais em água quente com a ajuda de uma peneira, com a ajuda de uma peneira, de 2 a 8 minutos, a depender da dureza do vegetal, sendo que os muito frescos dispensam o branqueamento. Logo após o branqueamento, os vegetais deverão ser submetidos a uma resfriagem, primeiro sob água corrente (para estagnar o processo de cozimento), e depois imersos em água gelada, também com a ajuda de uma peneira. Só depois de escorridos e secos deverão ser embalados em sacos plásticos apropriados para o congelamento, sem ar, e devidamente etiquetados. Para descongelar a seleta e os vegetais, use banho-maria ou imersão em água quente, e eles estarão perfeitos! Branqueados, os vegetais podem durar 10 meses no congelador; mas uma vez utilizados em pratos prontos, prevalece a validade de 3 meses dos mesmos.

VOCÊ SABIA?

• Que os pães, quando congelados frescos, permanecem incrivelmente fresquinhos depois de descongelados?
• Que as sopas também podem ser porcionadas e congeladas, sem que ninguém possa perceber que não tenham sido feitas na hora, depois de descongeladas e aquecidas?

§ 55 Respostas para Congelamento do amor – da série O amor e a comida

  • Achei esse manual que completa as informações já passadas com esse post tão interessante da Katita: http://pt.scribd.com/doc/11814919/Manual-de-congelamento-#download

    Curtir

  • nilce disse:

    Boa noite! Adorei o blog, gostaria q me tiorasse uma duvida, como congelo nhoque pronto com molho e lasanha tbm pronta? obrigada.

    Curtir

  • Katita me tire uma dúvida..posso congelar carnes e frango já temperados?

    Curtir

  • elis disse:

    ameiii!!! as dicas facilitarao minha vida, tenho quatro filhos e um marido que leva marmita p/ o trabalho. Fora que trabalho em casa como confeiteira e salgadeira sob encomenda! parabéns viu nega bom demais!!!

    Curtir

  • Neusa disse:

    Dicas ótimas. Eu também uso caderninho e etiqueta, mas eu enumero para facilitar , no caderno coloco numeracao , dados do produto e data e repito na etiqueta .Qdo quero algo procuro primeiro no caderno e pego o q. tem a data mais antiga, e risco no caderno assim sei exatamente o q. tem no estoque. E confiro tudo a cada tres ou quatro meses p/ver se nao ficou nada esquecido. Ex.:51-bife-f.fgo temp.20/06/2011-v.20/12/2011

    Curtir

  • Clarissa disse:

    Oi , lembrei de vc hj

    http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/06/cuidados-com-comida-podem-deixar-marmita-mais-saborosa.html

    Matéria q passou no jornal hj , apesar q ja sabia boa parte das dicas por conta do seu post!
    Obrigada!

    Curtir

  • Véia da Teia disse:

    lendo anotando e me estapiando! eu congelo macarrão, congelo batata cozinha, e cometo outros pecados tb.
    mas tô bem afins de ficar mais ligada e fazer um congelamento decente.

    baita post bacana! bejo

    Curtir

  • Juro que se aqui em Goiania tivesse uma empresa do estilo dessa nutri sabor iria me valer deste serviço…. eu não sou mto boa na cozinha, até faço o basicão legal, mas no quesito variedade sou um desastre! E todos os dias a noite, depois de passar 13h fora de casa, tenho que fazer comida pro meu marido levar no outro dia pra almoçar no trabalho!! Ai ai….

    Curtir

  • ROSANGELA RIBEIRO disse:

    Katita querida ,
    Sempre arrasando nas dicas 🙂
    Me conta 1 coisa , queijos duros( parmessão , ricota defumada etc) podem ser congelados ?
    Bjksss

    P.S. De um cheiro no Bento por mim !

    Curtir

    • Katita disse:

      Rosangela, flor, queijo sem gordura tipo ricota não é legal congelar, mas todos os outros, bem como leite e até ovos, pode congelar numa boa! Mas cada tipo tem prazo no congelador, tem que ficar atenta.
      Beijim,
      K.

      Curtir

  • Katita…
    Valeu gata!!! vou me jogar e depois venho aqui pra dizer o que deu…
    Bjs e lindo final de semana….. de preferencia com muito amorrrrrrrrrrr….
    Marcia

    Curtir

  • Jussara disse:

    Kátia,
    Como todas ai de cima tb adorei esse post, principalmente pq ando me aventurando a fazer congelados,e por isso deixo minha dica.
    Fiquem a vontade pra usar trigo…ñ use amido de milho, pois esse sim desanda qualquer receita ao ser descongelado. O mesmo com o strogonof, é só colocar uma colher de café de trigo e finalizar, o resultado é perfeito.
    Bjs

    PS> sou fã de carteirinha do Pitéu

    Curtir

  • Lela disse:

    Que dicas ótimas e que bom sentir o retorno da galera, heim, Katita?
    Muito útil esse post, e, vamos combinar: compartilhar conhecimento é tudo de bom, né?
    Valeu, querida..!
    bjs, bom fim de semana!!!!

    Curtir

  • muito útil meeesmooooooo! amei! bjooss

    Curtir

  • Erica disse:

    Dia dos namorados no domingo, eu e meu bem-querer concluímos:
    muitos melhor um jantarzinho a dois que blá-blá-blá de presentinho.
    Decidimos: ele capricha no vinho e eu faço a comidinha ( eu ia deixar passar a oportunidade de fazer uma comidinha maravilhosa?!).
    Pensei no menu Pitéu, queria uma coisa gostosa mas q não me consumisse…
    optei pelo Pesto de Castanha que eu já tava querendo há um tempão!
    Fui tão malandrinha que pilei tudo hoje afim de deixar o Pestinho curtir =D
    E domingo…será supertranquilo, uma boa massa ao fogo bem rapidinho
    e sobremesa de amor a pareder de vista!

    bjos Katita

    obs: menina, até hj espero nossa foto!

    Curtir

  • Rosalia Arosa disse:

    Katita,fiquei sem resposta….. para descongelar o pão francês, é só tirar do freezer e aquecer?????
    Não precisa descongelar antes????????
    Responde vai? fiquei carente….
    beijocas.

    Curtir

  • calrodi disse:

    Olá Katita!!
    Há muito acompanho vc., desde o Rainhas e gosto muito.
    Sou uma congeladeira de muito tempo, para ter ideia minha mãe fez um curso com uma sra. portuguesa lá pelos idos de 1980, pois é muito tempo, depois fizemos mais uns 2 cursos juntas, quando compramos cada uma o seu freezer.Sempre aproveitei muito meu freezer e não me vejo , hoje, sem ele fazendo parte da minha cozinha.Bom se vc. me permitir tenho algumas dicas.
    – anote em um caderno tudo que for colocado no freezer e em que vasilha esta, alem da data,assim vc. não esquece o que congelou.
    – eu, particulamente, anoto a data do vencimento tanto no caderno como na etiqueta que coloco no alimento, assim não corro o risco de passar da validade.
    – faço sempre as refeições dobradas, assim mantenho o free
    zer sempre recheadinho
    – uso creme de leite UHT, os de caixinha e não tenho problemas.
    – para molho branco uso farinha de trigo para engrossar e para descongelar, faço no fogão, misturando bem para ele voltar a textura original.
    Bom, espero ter ajudado.
    Bjo grande

    Cláudia Filardi

    Curtir

  • Luiza Sampaio disse:

    k. minha amiga… I’m always late but always here, viu?
    nossa qta dica maravilhosa, obrigada por compartilhar!
    vc como sempre arrasa…de uma praticidade contagiante, rs… deu ate vontade de encarar um congelamento, kkkk! vou guardar esse tratado!
    love.
    Luiza
    P.s: tenho email da FO pra te mandar tb.
    P.p.s.:venha ca, vc ta ligada que sao joao ta na boca? como assim?
    Quando Sr. Tempo passar por ai, pede a ele pra andar mais devagar…?!?
    😀

    Curtir

  • Clarissa disse:

    Cara…vc é dez!!!!!!!!!
    Obrigado

    Curtir

  • Sarah Cavalcante disse:

    Eu que já havia pensado nisto, tu reforçaste a fazer o congelamento. Ainda mais que ganhei do marido um freezer (depois de muito suplício! rsrs)

    E é ótimo para dias jururu da cozinha. 😉

    Beijos,
    Sarita

    Curtir

  • Cris Cris disse:

    Querida, moça vidente do meu atual momento vida!

    estou assumindo um trabalho novo, um desafio incrivel do alto dos meus 5.3 anos! mas nada é perfeito e ele vem com ua carga de 40h semanais numa cidade prox, alem disso os pacientes do consultorio serão mantidos, força tarefa, o povo abriu mão os horarios anteriores e montamos uma nova escala, só que euzinha só volto pra casa depois das 21h!
    então já estava no meio imaginário como boa Junguiana que sou oque eu faço com Clara? filha no.3 q vem em casa almoçoar e tem menos de 1 hora??!!
    ai vem voce com esta postagem…
    obrigada! obrigada!

    Curtir

  • Dricka disse:

    Ai Katita te amooo forever!!!!
    Estava precisando exatamente desse post, pois preciso de comidinha caseira sempre, independente de trabalho e estudo.Com o tempo curto congelamento é a solução. Eu sempre congelo pão caseiro e legumes, mas ainda não tinha arriscado os semi-prontos, agora vou na fé.
    Bjucas

    Curtir

  • Nataly disse:

    Katita, que post MARAVILHOSO!!! Fazia tempo que queria saber mais sobre o que pode congelar. A banana eu aprendi da pior maneira.. haha

    Posso linkar no meu blog? Só linkar, sem copiar 🙂

    BEIJOS!!

    Curtir

  • Rosangela disse:

    Oi, Katita!

    Amei o post!
    Você é incrível!
    Parabéns!
    Obrigada pelas dicas !
    bjos
    Rosângela

    Curtir

    • Katita disse:

      Gatosas, fico super feliz que o post possa ser útil para vocês!!!
      Deu um trabalho do cão, mas tudo vale a pena sempre aqui.
      Beijins de amor congelados, que é para durar muito!
      K.

      Curtir

  • Camila disse:

    Katita,
    Magnífico!!!!!!!!!!
    Obrigadaaaa!
    bjos

    Curtir

  • Karla Maria disse:

    Também vou imprimir, colocar num local bem visível e aproveitar essas dicas preciosas e infalíveis.
    Valeu, Ka.
    Bj de gratidão por tanta coisa boa que vc divide com a gente.

    Curtir

  • Kátia disse:

    xará, massa essa tua aula.
    ultimamente, por causa do filhote, não consigo tirar um dia pra abastecer o congelador. Mas uso MUITO o truque de sempre que eu cozinho, faço dobrado para congelar metade. Faço isso com tudo. beijoca

    Curtir

  • Rosalia Arosa disse:

    Meninas, para descongelar o pão francês, é só tirar do freezer e aquecer?????
    Não precisa descongelar antes????????
    beijocas.

    Curtir

  • Joy Cleave disse:

    Dicas preciosas essas viu?

    Eu tenho uma amiga q a mae dela fazia dia de congelamento: ela contratava alguem que ia la na casa dela e passava o dia cozinhando como vc descreveu. A comida era boa 🙂

    Curtir

  • Eliane Dourado disse:

    Pronto! Já imprimi este “manual” para deixar grudadinho lá na geladeira…a vida é corrida demais…amo cozinhar, mas tem dias que um congelado vai muito bem, obrigada! E assim curto mais um tiquinho da minha familia…sessão cuti-cuti…kkkkkkk.

    Ahhhhhhhhhh!!!! Esse do pão francês eu já sabia…sempre congelo-os e de manhãzinha, aqueço os pãezinhos numa panela tampada, no fogo bem baixinho. Desligo e aguardo mais um tempinho…assim o miolo fica quentinho e eles não ressecam…ó que práticoooooooo!!!

    Bjoka Katita

    Curtir

  • Priscila Coelho Ribeiro Rodrigues disse:

    Katita, que aula! Que maravilha! Há tempos eu queria começar a congelar alguns alimentos aqui mas eu morria de medo, confesso que lendo as orientações ainda dá um pouquinho de medo mas tem uma hora que temos que arriscar né ?
    Eu sou carioca e moro em Curitiba há 1 ano e não estou trabalhando, confesso que tem dias que não como tão bem por preguiça, já que o marido trabalha e comer sozinha nem sempre é legal né ? Mas desse jeitinho aí…. ah me aguarde que vou preparar minhas gostosuras e depois é só descongelar! Um Beijo

    Curtir

  • Pérola disse:

    Valeu grandão! 🙂 Beijo!!!!

    Curtir

  • Alessandra disse:

    Adorei as dicas!!! Aqui em casa eu já congelava o feijão em potinhos, mas sempre quiz congelar mais coisas e não fazia porque não sabia qual a técnica certa. Mas pelo que você explicou não tem muito mistério…
    As dicas que você deu são ótimas para o dia a dia de toda mulher, que além de tudo tem que ser também “dona de casa”.
    Obrigada!
    Alessandra.

    Curtir

  • Lu Cupido disse:

    Katita,
    Você é demais!
    Este post é de utilidade pública!!!!
    Que mulher linda e generosa que vc é. Sorte a nossa!

    Beijocas mil,
    LU

    Curtir

  • Cintia disse:

    Amei!!!!!!!!!!

    As dicas são maravilhosas e feitas com muito amor, isso é fato.

    Obrigada

    Curtir

  • Katita, que post maravilhoso, útil, salve, salve, esse!

    Adorei as dicas, pois sou principiante no congelamento e estava fazendo um monte de coisa errada. Meus potinhos que padeceram, trinquei metade.

    Esse texto vai para meus arquivos. Já ansiosa pelas dicas de marmita.

    Obrigadíssima! Beijos 🙂

    Curtir

  • Patricia Fidalgo disse:

    Katita, que benção!!!!
    Agora sei que posso e como devo congelar!!!!
    Obrigada por compartilhar.

    Curtir

  • Angie disse:

    Tô adooooorando essa sessao!!! Obrigadao pelo post, Katita, tirou várias dúvidas minhas!
    Beijocas, Angie

    Curtir

  • Fábio disse:

    Katita, post maravilhoso e muito útil mesmo, tirou um monte de dúvidas, só fiquei com dúvida em uma coisa, lá em cima vc pede para clicar em um link, mas não tem link nenhum???? É isso mesmo ou eu estou doido?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Congelamento do amor – da série O amor e a comida no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: