Couve crisp

30 de abril de 2011 § 44 Comentários

Pois eu encontrei foi Jesus na couve crisp! Digo isso porque quando publiquei esta receita no Rainhas do Lar acabaram comigo! Que aquilo era um sacrilégio, que eu estava destruindo todas as propriedades da pobre da couve, que eu comprometeria a saúde do meu filho, que aquilo era um acinte… um inferno!

Bom, digamos que eu eu queira trocar as propriedades da couve por um mero prazer crocante para coroar o meu arroz branco, o meu feijãozinho, o meu caldinho de feijão (que aliás, não existem mais sem couve crisp) de vez em quando. Dá licença? Pode ser? Óóóóóóótimo, agradecida! =)

E digo mais! A Nigella, que outrora julguei pelo fato de fritar até salsinha, sabe das coisas no quesito prazer. Aliás, aquela bicha é toda prazer, né? Ela entende do babado. Dia desses fritei sálvia na manteiga da pasta e mais uma vez me conectei com a diva do pecado de comer, quando experimentei o crisp que quase dispensei. Não estou dizendo que é saudável, okay? Estou dizendo que é incrivelmente delicioso; a escolha quem faz é você, pessoa.

Então… para fazer couve crisp você pega uma panela bem pequenininha e funda e aquece óleo de girassol (perfeito para fritura) até o palito de fósforo acender. Joga a couve cortadinha em tirinhas super finas. É só pegar as folhas, limar aquele talo do meio, sobrepô-las, enrolá-las feito um charutinho e passar a faquinha afiada em tirinhas finíssimas! É muito rápido. Num instantinho elas ficam crocantes. Daí você as resgata com uma escumadeira e as repousa sobre papel absorvente MUITO.

Como eu sou uma pessoa tinhosa, que de vez em quando (e só de vez em quando, diabos) se entrega toda ao pecado, sabe o que eu ainda faço, só de provocação? Incorporo à couve torresminho de bacon! Boo!

Torresminho de bacon, ‘ cê faz asssim: tome um pedacinho de bacon bem magro e rosadinho (porque aí também já é esculhambação), remova o couro e corte em cubinhos; depois leve à frigideira pelando para fritar e reduzir; lime o óleo, escorra bem e junte à couve. Se quiser uma versão farofinha, deixe cair uma chuvinha de farinha de mandioca nessa mistura sobre fogo baixo e você vai ver uma coisa.

Se é para pecar, pôxa, que a gente morra de prazer, pelo menos!

*faz muxoxo e sai linda*

§ 44 Respostas para Couve crisp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Couve crisp no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: