Bolinho amigo

30 de março de 2011 § 61 Comentários

“Bater um bolinho” é um exercício de amor, eu acho. Tanto é que eu geralmente faço bolo para agradar alguém, fazer um chamego. O bolo é fofo, doce, macio, combina com café, com chá, com chocolate, com louça de vó apoiada no colo, com pausa para uma conversa mole de comadres, com lanche dos guris. Eu adoro fazer bolo. Mas bolo simples, caseiro, de fruta.

Eu não acho que bolo tenha segredo, mas acredito em suas intenções. O fato é que não raro recebo um e-mail e outro de alguma comadre desesperada porque os seus bolos não dão certo. Muito se ouve por aí sobre as prováveis causas dos famigerados bolos solados, algumas fazem sentido para mim, outras não, de modos que eu elegi as minhas crenças sobre o feitio de bolos perfeitos, quem sabe possam salvar alguma alma angustiada.

1- Devo usar apenas ingredientes em temperatura ambiente? NÃO CREIO que seja verdade absoluta. Este bolo de laranja da foto mesmo foi feito com ovos e suco de laranja gelados. MAS NA DÚVIDA, a comadre tira tudo da geladeira, viu? Que é para não vir dizer depois que o bolo solou porque a Katita do Pitéu disse que podia usar leite frozen! E depois, a Cath deu um toque super pertinente sobre isso aqui nos comentários quando diz que os ingredientes em temperatura mais baixa vão precisar de mais tempo de cocção do que os outros, por isso a coisa pode desandar, olha aí!
2- Tem que tirar a membrana das gemas para que o bolo não fique com cheiro de ovo? VERDADE. Passe as gemas pela peneira, por obséquio!
3- Abrir o forno durante a cocção sola o bolo? DEPENDE do estágio da cocção e do tanto de ar que entrou. O bolo de maracujá anterior a este, por exemplo, que ficou ainda mais lindo e saboroso que este, eu abri o forno parcialmente, sem querer, quando ele já estava quase assado, e não houve prejuízo algum.
4- Pode bater o fermento no liquidificador ou na batedeira? Dizem que o bolo não cresce quando a gente bate o fermento. BOM, EU SÓ COLOCO O FERMENTO POR ÚLTIMO, PULSO RAPIDAMENTE SE USO O LIQUIDIFICADOR E BATO RAPIDAMENTE SE USO A BATEDEIRA, MAS POR PURA INTUIÇÃO, porém ainda não recorri ao O que Eistein disse a seu cozinheiro para investigar, embora ele esteja ali à altura dos meus olhos. Preguiciiiiiiiinha!
5- Se outra pessoa bater a massa durante o processo desanda? EU ACHO QUE TECNICAMENTE NÃO, mas como acredito também no poder da intenção, vai que a outra pessoa é a madastra má em pele de cordeiro?
6- Porque o meu bolo fica com aqueles buracos no meio da massa? Aquilo são bolhas de ar que se formam quando a gente deita a massa na forma. Para resolvero problema é só dar tapinhas na superfície inferior na forma com a massa. ISSO É FUNDAMENTAL!
7- O que é melhor? Manteiga, margarina ou óleo? MANTEIGA, DA BÔUA.
8- O que faz o bolo ficar fofinho e macio? MANTEIGA, DA BÔUA, COLHERES BEM CHEIAS, lamento.
9- Além de untar precisa enfarinhar a forma também? SIM, para diminuir as chances de seu bolo lindo ficar grudado porque você economizou um punhado de farinha.
10- Só pode desenformar o bolo frio? EU NÃO DIRIA FRIO, MAS MORNO. Se o teu bolo estiver muito macio e fofinho, ele fica muito mais frágil enquanto quente e pode não suportar o seu próprio peso, rachando.
11- Precisa peneirar a farinha e o açúcar? A não ser que você não se incomode com a possibilidade de comer um gorgulhozinho assado, SIM. E depois, quando você peneira a farinha ela fica mais solta, mais leve, e o resultado disto é um bolo mais macio e fofinho.
12- Porque o meu bolo queima por fora e fica cru por dentro? PORQUE VOCÊ NÃO PRÉ-AQUECEU O FORNO E PROVAVELMENTE O USOU ALTO! É natural que a parte externa, mais exposta ao calor asse mais rapidamente do que a interna onde ele custa mais a chegar, portanto, PRÉ-AQUEÇA O FORNO, E MÉDIO SEMPRE.
13- Como faço para ter certeza que o bolo está assado por dentro? TESTE DO PALITO.
14- Mas se eu abrir o forno o bolo não pode solar? Vamos fazer assim? Você troca a lâmpada do forno que está queimada há anos e aciona ela para ver primeiro se o bolo já está corado, assim você diminui o risco; depois você abre só uma fresta da porta, e se o teu fogão não estiver na frente de uma corrente de ar, tanto melhor, se estiver, tá errado, como é que você consegue cozinhar? Depois reclama do fogão, mas é difícil para o fogo labutar com o vento, viu colega?
15- É verdade que quanto mais eu bato a massa maiores as chances de um bolo fofinho? É, QUANTO MAIS HOMOGÊNEA E LISINHA A MASSA, MAIS FOFINHO O BOLO, mas também não precisa perder a novela das oito por causa disso.
16- O meu bolo ficou até gostoso, mas ficou tão fininho! Não seria porque você usou uma forma enorme? Quer bolo altinho usa forma proporcional à quantidade de massa, mas cuidado para não encher muito, porque o bolo vai crescer!
17- Meu bolo não cresceu. Colocou fermento? Coloquei. Estava na validade? Estava. Bom, isso acontece. Da próxima, coloque um pouquinho do fermento num pouquinho de água e veja se ele vai crescer e ficar efervescente, se não rolar esta química, jogue fora o fermento.
18- Fiz tudo isso que você falou e o meu bolo solou. Então vamos brincar de fazer um belo sanduíche? Hã? Que tal? =)

§ 61 Respostas para Bolinho amigo

  • […] esse post de katita, a rainha desse wordpress, faça o […]

    Curtir

  • Josiane disse:

    Uns dizem que tem que bater o bolo demais, outros só incorporar, vai entender… rs

    Curtir

  • Silvana Caetano disse:

    Oi Katia, tudo bem?
    Esse bolo tá com uma cara linda!! Você se incomoda de me passar a receita? É tão difícil achar uma receita simples e boa de bolo. Essa foto é de um bolo real que fizeste ou é uma foto qualquer só para ilustrar?
    desde já agradeço muito,
    Bjks
    Silvana Caetano

    Curtir

  • Dani Ogata disse:

    Olá Katita, achei seu blog quando estava procurando coisas sobre comida congelada, porque facilita muito a vida da gente né?
    Adorei seu blog, muito, muito divertido e com muitas dicas super-úteis!!!
    Ganhou mais uma fã!!! XD

    Na questão do cheiro do ovo, quem não quiser passar na peneira pode usar umas gotinhas de óleo de baunilha, ou essência, caso essa falte.
    É que o óleo é ideal pra quando a massa vai no fogo, e a essência quando não vai.
    Aprendi isso em um curso pra bolos que eu estou fazendo aqui(no Japão).

    Beijos!!

    Curtir

  • Luciene disse:

    Sempre usei (e sempre deu certo) a seguinte dica: aconteça o que acontecer, NUNCA abra o forno antes de 20 minutos que o bolo estiver lá dentro. Depois desse tempo, pode abrir à vontade que o bolo não sola. Mas não me pergunte o porquê…

    Curtir

  • Damboia disse:

    Oi. eu fiz um bolo outro dia e tava bem gostoso, mas uma tia das velhinas veio dizer que tava mal feito por causa dos buracos na massa! Eu fikei vermelha tomate, mas entendi quel e a dica. brigadao

    Curtir

  • Taci disse:

    Amei este blog, encontrei através de uma busca por palavra chave no Dr. Google, achei super divertido, e útil!
    Ri muito da parte de trocar a lâmpada do forno, que é muuuuito verdadeira. Nunca vi a lâmpada do meu fogão funcionar..nem sei que momento ela queimou hahahaha mas eu uso uma lanterna, que eu comprei para mergulhar à noite (oi?) como não mergulho à noite eu espio o forno rsrsrs

    Curtir

  • Eu tenho uma diquinha ótima e científica, rs! Depois que acrescentar a farinha só misture o suficiente para incorporar, assim o bolo fica bem macio. Ao contrário do que a gente faz com o pão, q a gente amassa bem pra desenvolver o glúten e ficar elástico. Dá muito certo e o bolo desmancha na boca.

    Curtir

  • Frances Hora disse:

    menina, ce sabe, né? Depois que fiz um bolo de banana que nao solou (falei p vc q postei no blog, n foi??) eu agora to me achando a poderosa da batedeira!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    vi seu pos semana passada, ai nao tive tempo de ler todo e me comprometi a vir aqui para ler com calma e aplicar, né?? Entaaaoooo, li tudo, fiquei na maior vontade e aí? E aí que aqui em casa está sem farinha de trigo!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    esse negócio de comar a comida que a mae esta mandando para facilitar o dia pq está sem empregada tá osso, viu?Primeiro foi o doce de leite q teve acucar e leite e agora um bolo q n vai ter farinha kkkkkkkkkkkkkkk

    preciso de coragem para ir ao gebas fazer umas comprinhas, viu??
    kkkkkkkkkkkkkkk
    aaddoooreeeiiii o post!!!

    Curtir

  • QUe delícia de comentário…Informações basiquinhas , mas super necessárias para quem adora bolo como eu.
    BJ,
    Lylia

    Curtir

  • Luiza disse:

    Adorei Katia!

    Eu sempre fui péssima com bolo, em compensação faço ótimos sanduiches e qualquer coisa que não tenha que crescer! hehehe estou fazendo uns cupcakes que são mais fáceis, quem sabe dá certo!

    Beijo

    Curtir

  • Rô Gratão disse:

    Katitaaaaa… por culpa sua… ontem cheguei em casa depois das 21 hs e fui “obrigada” a bater um bolo!
    E fui de Fubá com erva doce… adoooooro…
    beijinhos,
    Rô Gratão
    Ah… resolvi fazer um bloguinho… se quiser dar uma olhada…
    http://www.gratissima.blogspot.com/

    Curtir

  • Nanda( a da ladeira da Barra) disse:

    Ká,

    E só uma dúvida: para você, essas farinhas que j;a vem com fermento funcionam?
    Brigada, amiga gata!

    Curtir

  • Nanda( a da ladeira da Barra) disse:

    Ká,

    Pois semana passada, chateada que só, fui tentar desestressar na cozinha. Tentei fazer um bolo de cenoura e solou( meu primeiro bolo solado…e eu joguei no lixo sem saber que o marido adoura o trem!). Fui fazer uma omelete pro jantar e acabei no ovo mexido…Pois é, a energia carregada acabou com a festa. Que negócio sério, viu?
    Beijos e adoreeeeei o post!

    Curtir

  • Andréia disse:

    Amo bolos, de preferência os mais simples, sem recheios ou coberturas, fubá, cenoura, básico, etc. Meus bolos dificilmente solam e quando isso acontece geralmente é porque eu estava com pressa, ou triste, ou fazendo três coisas ao mesmo tempo (tenho gêmeas de 1 ano e meio). Quanto aos ingredientes eu uso de qualquer jeito (menos com validade vencida), direto da geladeira se eu resolver de repente ou em temperatura ambiente quando é planejado e também coloco o fermento junto com a farinha. As únicas regras que eu considero importante e sigo é bater bem a massa e jamais abrir o forno até ter certeza que o bolo está assado. É isso, acredito que o bolo solar é uma questão de amor como vc mesma disse, mas meu cunhado ama bolo solado, então eu mando para ele, ainda assim com muito amor.

    Curtir

  • Que delicia minha flor! adoro um bolinho. hj lá em casa vai ser dia de nega maluca pra receber os sobrinhos rsrsrsr…

    Flor atualizei o blog com um DIY de Pom Poms de tule, espia lá que sabe te inspiram pra alguma daquelas festas lindas que vc faz http://melamelancia.blogspot.com/

    Adoro!
    Bjo

    Curtir

  • Flavia Farias disse:

    Katita,
    aí vai uma dica que aprendi no curso de bolos da Flávia Millás: untar a forma com gordura hidrogenada. Eu sempre tiver aversão a esta gordura mas depois que assisti a aula e teste em casa, aderi de “corpo e alma”. Mas é só pra untar a forma, não pra usar no bolo. na hora de desenformar o bichinho escorrega da forma, sem grudar nem um pedacinho, não forma casca e não dá gosto. Perfeito!!!
    Eu sempre tenho gordura congelada em casa, e quando penso no bolo ela já está do lado!
    Desculpe o tamanho mas precisava dividir essa dica com vocês…
    Beijos…

    Curtir

    • Katita disse:

      Como assim “desculpa”, Flávia? Você divide o seu conhecimento com a gente e pede desculpas por isso? Nós é que temos que te agradecer pela dica preciosa, né não?
      =)
      Obrigada e um beijo,
      K.

      Curtir

  • DeiseT. disse:

    Adoro bolinho, assim de verdade…Com um cafézinho, ai que delícia!!!
    Parabéns pelas dicas para um óteeeemo bolo!!! rsrs
    Sabe que deixo o fermento na geladeira (tipo na prateleira da porta)e nunca olho a validade…rsrs
    Sempre dá certo!!!!!
    bjkasss
    DeiseT.

    Curtir

  • Elaine disse:

    Acho que o jeitinho particular de cada um é que deixa o bolo mais fofinho e mais gostoso.
    O amor é essencial.
    Bjs

    http://momentoscodificados.blogspot.com/

    Curtir

  • Ana Flores disse:

    Santa Katita!!! Seu passo a passo tipo autoajuda caiu dos céus, menina. Se depois de seguir essas regras eu conseguir que meu bolo suba bem e fique fofo, vou te agradecer pela vida toda, porque será uma grande novidade na minha vida na cozinha…
    Beijão da Ana Flores

    Curtir

  • Neli Rodrigues disse:

    Ai que eu quase morro de rir. Minha mãe coitada, por mais que ela tente, os bolos dela nunca dão certo. Já eu tenho mais sorte, posso fazer um bolo até meio sem vontade – preguicinha, sabe;) – que o danadinho fica bom. Só que toda vez marido diz que fica “fedendo” a ovo, acho que é implicância…rsrsr passo pela peneira(claras e gemas) e ele diz que fica fedorento. haha. santa paciência, viu.
    Adoro suas comidinhas e as coisas tão mega fofas que vc escreve. Xeru p/ ti.

    Curtir

  • Joana Freire disse:

    Quase me mijei!!! Hahahahaha…

    Se nada der certo, lindona, faz um sanduíche! Que não tem erro.

    Eu passei por uma fase em que entre eu, fermento, assadeira e forno não rolava clima.
    Hoje em dia, eu tento fazer bolo numa hora tranquila do dia, todos os ingredientes à mão, forninho quente e sem ódio no coração.

    Ai, ai, bolo é bom demais.

    Curtir

  • Lica disse:

    Menina,
    Não é que tu descobriu a pólvora. Li o post e fui lá me aventurar a fazer um bolinho (que evito ao máximo fazer, pois sempre fica esquisito). Acabei de descobrir que o probleminha do meu quitute era a ausência do forno pré aquecido combinado com a temperatura elevada. Não é que o bichim ficou um arraso. Marido já tá lá caindo de boca.
    Adoro os posts deste gênero. Me divirto muito com sua forma de escrever. Super poderosa essa Katita.
    Beijos.

    Curtir

  • Eliane Pechim disse:

    Nossa, bolo é meu doce preferido, assim, desses pra comer com um chazinho. Delícia. O meu favorito é o de fubá. Família mineira, já viu, né? Adorei sua lista, algumas dicas eu nem conhecia, olha a ignorância…hahahaha… Mas tem 3 coisas que nunca fiz e meus bolos sempre deram certo mesmo assim: não peneiro o ovo (nunca aconteceu de ficarem cheirando a ovo), não peneiro a farinha (nunca vi uma bolotinha, acho que porque bato bem) e não enfarinho a forma. Tá, esse último devo admitir que por 3 vezes me dei mal e o bolo grudou na forma, mas não enfarinho porque não curto aquela crostazinha de farinha no fundo. Nas poucas vezes que grudou o fundo eu fui lá, raspei tudo e comi assim mesmo. hahaha… Mas desde que passei a usar aqueles butter sprays (moro nos EUA), meus bolos nunca mais grudaram no fundo. E sem farinha. Um beijo, seu novo blog está um arraso!

    Curtir

  • ana cristina disse:

    Aaaaamo fazer bolo, faço de tudo quanto é sabor, mas aqui em casa o que mais encanta a criançada é o de chocolate mesmo. Eles saem sempre perfeitinhos mesmo quendo não faço direito.

    Curtir

  • Eliane Carvalhaes disse:

    Ai Katita, eu AMO seu jeito de escrever!!! Ri algo aqui várias vezes com seus comentários, rs. Quando eu aprendi a fazer bolo era mocinha, fazia toda semana de cenoura com cobertura de chocolate, mas na verdade o bolo era uma desculpa pra cobertura, hahaha.
    Hoje em dia não faço mais bolos, marido tem uma panificadora, se der vontade de comer um pedaço ele traz, hahaha. Bjocas

    Curtir

  • ISABEL disse:

    Dicas excelentes, até para quem acha que sabe fazer bolo. Estou passando para minha filha, que está para casar…E vai ser de grande valia prara ela.

    Curtir

  • Karla Maria disse:

    Ka,
    não fico sem um bolo em casa nem a pau. Faço bolos sempre, aprendi com Béba, uma tia-avó boleira como ninguém. Também sou chata e exigente com bolo, aqueles com casca dura, massudos e cara de entala gato até me inspiram na composição dos ingredientes, mas nunca sigo a receita.
    Os seus são sempre perfeitos, lindos, fofinhos, molhados, casca fina, dá até pra sentir o perfume.
    Ah, só não uso fermento aberto há mais de 30 dias e nem deixo ninguém mexer na massa.
    Bj

    Curtir

  • Carol disse:

    Adorei se nao der certo faz um sanduíche!!!
    Rsrsrsrsrs!!!
    Adorei!!

    Curtir

  • Carmen disse:

    Obrigada Katita!
    Até que em fim alguém me explicou “diretinho” como fazer um bolo, se com todas estas informações não der certo: desisto!!!!

    Curtir

  • Lu Cupido disse:

    Wow! Este post é de utilidade pública…
    Compartilhar é lindo, heim, Katita!!!

    Muito obrigada!

    Beijinho

    Curtir

  • Raquel Sá disse:

    Bolo de laranja = tudo de bom! Adorei o post!

    Curtir

  • Marisa disse:

    Katita,

    Um bolinho beeeem feito tem seu valor,né? Eu morria de medo de assar, mas agora me aventuro em tudo quanto é coisa.

    Uma outra dica que meu marido(preciso dizer que ele é engenheiro?) me deu, foi de girar a forma.

    Tipo assim: Vc coloca lá a massinha meiga e cremosa do bolo na assadeira(redonda, quadrada, de coração, não importa) e num pano de prato (pra não riscar a mesa) vc coloca a assadeira e roda com as duas mãos, desse jeito, a força centrífuga empurra a massa para os cantos também, assim vc não fica com aquela montanha no meio do bolo que vc coloca o palito e está assado e o resto do bolo está cruzão. Ngg merece….

    Compliquei? Não achei outro jeito de me expressar-me a minha pessoa enquanto boleira e blogueira. 🙂

    Beijos

    Curtir

    • Katita disse:

      Marisa, querida, arrasou na explicação claríssima. Tinha que ser coisa de marido engenheiro esse negócio de girar a assadeira para acionar a força centrífuga, né?
      Beijo nele e em todos os maridos engenheiros e suas dicas brilhantes!
      =)
      K.

      Curtir

  • Dricka disse:

    Katita,nêga
    Eu tambem amo bater um bolinho, os meus sempre ficam bons. E eu, as vezes bato o fermento junto e dá certo do mesmo jeito.
    Bjs

    Curtir

  • Pérola disse:

    Assim que a gente aprende né! Lendo dicas, vendo a mãe, a vó fazer bolo, os truquinhos, trucões e sempre seguindo intuição!!! Adoro fazer bolo também, especialmente para dar de presente, para oferecer às pessoas! Beijão Ká!

    Curtir

  • Vanessa - SJC disse:

    Ai Katita! Mesmo longe, gosto tanto de você, dos seus comentários!
    A última frase deste post então? Adorei!
    Há um tempo atrás você me tirou do sonho de fazer o que você faz, quando te enviei um e-mail perguntando sobre organização de festas. Muito obrigada, viu? Estava desempregada, morando há pouco tempo em São José (dos Campos) e resolvi voltar a estudar. Mudei de profissão, me formei em Design de Interiores no Senac e hoje estou começando a fazer meus projetos! Mas… como curto muiiiito cozinhar, me dedico à promover as festinhas lá de casa mesmo! As vezes só para dois, mas valendo muito a pena, se é que me entende! 😉 Ah… e adorei esta sua nova cozinha! Parabéns! É uma delícia… Boa sorte!

    Bjo,
    Vanessa

    Curtir

  • cathvale disse:

    Adorei esse post, Katia! Tenho um livro sobre bolos que amo, chama-se “All Cakes Considered” e ela dá altas dicas sobre o passo a passo pra bolos, dos básicos aos mais incrementados. O melhor que já li! Sobre o lance de usar ingredientes na temperatura ambiente, lá no tal livro diz que isso é indicado pq se não os ingredientes podem demorar mais para “esquentar”, assar… sem contar a consistência da mateiga/ margarina que pode fazer toda a diferença. Já sobre colocar o fermento só no final, a maioria dos meus bolos eu misturo quando acrescento o trigo e sempre funciona. Pra ficar fofo, tem que se bem batido, acho que essa é uma das máximas. Pra terminar, gosto muito de uma coisa que a autora do tal livro, a Melissa Gray, usa: Cakes are shy! Bolos são tímidos e vão crescer melhor se você deixá-los lá, trabalhando no forno. Adoooro: bolos são tímidos…
    Beijos!
    Cath

    Curtir

  • Joanna disse:

    Katita, vc falou e fez a maior propaganda e não deixou a receitinha do bolo de laranja ou maracujá. Manda aí “pra nóis” comadre, rs.
    Bjoo

    Curtir

    • Katita disse:

      Joanna, vai rolar! Não fiz foto de passo-a-passo porque foi ontem à noite que eu fiz, e como eu ODEIO foto noturna em mais ainda com flash, deixei para a próxima, que será breve. Sempre faço bolinho de maracujá para as visitas, fica sussa.
      =)
      Beijim,
      K.

      Curtir

  • Milena disse:

    Olá Katita,
    Adorei as suas dicas, mais tenho uma pergunta: Como voçê guarda o seu fermento? Já tentei dentro e fora da geladeira, mais ele nunca dura até a validade que está na lata, é normal? Geralmente jogo fora ainda com a lata pela metade. Beijos, Milena

    Curtir

    • Katita disse:

      Milena, eu guardo o meu bem lacradinho no armário, que é fresco e não recebe incidência de calor. Acho que essa coisa de não durar até a validade tem a ver com vedação e acondicionamento, mas sabe que eu nunca li na embalagem do fermento se ele deve ir para a geladeira? Fui criada com fermento no armário e sempre deu certo. Mas acho também que no caso do fermento é sempre bom optar pela melhor marca, no caso Royal.
      Beijo,
      K.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Bolinho amigo no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: