Macarons tupiniquins

28 de março de 2011 § 24 Comentários


(chocolate, maracujá, limão siciliano, coco… ai, ai, ai…)

Foi a Odete Roitman, personagem vivida pela absurda Beatriz Segall em Vale Tudo – novela das 8 de Gilberto Braga que foi ao ar em 1988 – quem tornou pejorativo o termo “tupiniquim”, que significa “próprio do Brasil”, além, é claro, de “referente a uma antiga nação indígena aqui da Bahia”.

Eu relutei sobre usar tal palavra, temerosa de cair na besteira de parecer depreciar, ainda que por segundos -até que o amigo leitor avançasse na leitura – este fabuloso pitéu, mas não poderia lançar mão de palavra mais apropriada para me referir aos macarons da Mon Macaron, uma vez que o gancho veio de uma das próprias donas da marca, a Liana, que ao me trazer uma generosa amostra do seu produto para ouvir-me a opinião, me explicou que ela e a sua sócia, a Débora, realizaram um cuidadoso e longo trabalho de pesquisa e testes até encontrarem a sua fórmula ideal: uma adaptação deste incrível e delicado doce francês para o nosso clima e nossa cultura. Segundo a própria Liana, elas teriam “tupiniquizado” os macarons. E não poderiam tê-lo feito de forma mais assertiva e respeitosa ao seu país de origem, dando-lhe o tom de nossa bossa e as cores de nossas frutas tropicais.

A farinha de amêndoas foi substituída pela de castanhas, mais resistente ao nosso clima, e as nossas frutas tropicais, luxo absoluto, patrimônio cultural, fizeram toda a diferença nos recheios de tamarindo, maracujá e coco, além do nosso rico café, do morango e também do limão siciliano alheio, que fecham o leque de opções de sabores, por enquanto. Ah! E chocolate, claro! Ah! E chocolate com laranja também, copiou?

Bom, eu surtei. Foi uma experiência MUITO prazerosa. Não achei nada menos que per-fei-to. Aquela casquinha “de ovo” fina e crocante por fora, macia por dentro, e úmida pelo recheio generoso, cremoso, e delicioso do meio. E o melhor: açúcar no ponto (ufa!). Okay, eu nunca comi macarons em França, mas já havia experimentado alguns supostos macarons incríveis que ficaram opacos diante destes. Por tudo isso, tenho o prazer de informar à moçada de Salvador que já podemos nos deleitar com macarons de primeiríssima qualidade para dar de presente, enfeitar a festa, parar o trânsito, abalar o Elevador Lacerda em chamas!

Mais informações, encomendas e buxixo, aqui na Mon Macaron.

Meninas, foi um prazer quase sexual. =)

§ 24 Respostas para Macarons tupiniquins

  • gleuza disse:

    Adoooooooro fazer doces e comer também ( deve ser por isso que estou acima do peso ka ka ka) Mas falando sério, fui uma cobaia desses macarons. Foram testes e mais testes para que essas meninas chegassem ao ponto exato que chegaram. Hoje não tem como resistir a essas delícias, principalmente com os sabores de coco e maracujá, apesar de gostar de todos. Vocês estão de parabéns por tanta dedicação e pelo resultado que obtiveram. SUCESSO, MUITO SUCESSO. Beijos.

    Curtir

  • Berta Rehm disse:

    K., tenho pra mim que é farinha de catuaba com castanha viu? haha
    Fábio, vai com a cara não, cai de boca amigo. 😉 Renda-se como eu me rendi!Porque nem de doce eu gostava, imagina!
    Katita, seu afilhado esta cada vez mais figura, enchendo a casa de alegria com os comentários mais improváveis! 🙂
    Beijos!!!

    Curtir

    • Katita disse:

      Berta, querida, meu dindo está aqui agora! Acabei de fazer camarão que ele me pede com olho pidão (vai rolar post inclusive). Agora eles descansam fresquinhos de cuequinha, comendo jujuba e vendo um pouco de Harry Potter antes de irmos para o show da Palavra Cantada, daqui a pouco no Campo Grande! Adoro dindo e filho fazendo bagunça em casa. Como diz Kátia Rehm, amo, amo, amoooooooooooo!
      =)
      Beijo,
      K.

      Curtir

  • Dani Falcão disse:

    Nada contra Compadre Fábio, como diz minha sobrinha de 4 anos: “Cada um tem o seu jeito”! Estou me acabando aqui, com a cara vermelha de tanto rir com a tua vontade de ser chicoteada, KAKAKAKAKAKAKAKAKA!

    Curtir

  • ISABEL disse:

    Nossa Katita, invejinha boa….deu uma vontade daquelas….

    Curtir

  • Fábio disse:

    Não sei porque não vou com a cara desses doces…

    Curtir

    • Katita disse:

      KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKA!
      Ai, Fabio, me acabei de rir aqui agora com o pitaco masculino sobre os macarons!
      Isso é coisa de mulherzinha, amigo, fique na sua. KAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKA!
      Ai, Jesus, me chicoteia, eu me acabo com isso aqui, viu? Ô delícia!
      =)))))

      Curtir

  • Dani Falcão disse:

    Olha Katita, realmente é uma delícia! Ano passado fiz um curso de macarons. A professora deu a aula em duas etapas, a 1ª com a farinha de Castanha do Pará, para que eu pudesse aprender a técnica, o ponto, etc. Depois fizemos com a farinha de amêndoas, e te digo é pura sensação cósmica! O “tupiniquim” por sua vez não deixa nada a desejar.
    As cores e recheios são infinitos, mas o doce de leite é o que mais sai, já vi até bolo de aniversário todo paramentado com macarons, babado fino!
    Parabéns Liana e Débora, por todo o trabalho firme e persistente que sei vocês enfrentaram, até chegar à perfeição!

    Curtir

  • Karla Maria disse:

    Gente,
    esses macarrons estão lindos demais e parecem deliciosos, o que é melhor.
    Bela dica, Ka.
    Bj

    Curtir

  • Sílvia disse:

    Já fui em festa infantil com uma mesa enfeitada por essas belezuras. Ficou show, já que as cores são fantásticas!
    #ficadica

    Curtir

  • Luiza Sampaio disse:

    k.!!!
    que boa noticia… estavamos mesmo precisando de otimos macarons. vou encomendar com certeza. adorei a dica.
    mil beijos de tamarindo,
    Luiza

    Curtir

    • Katita disse:

      Luiza, meu bem, tinha certeza que você ia ser uma cliente Mon Macaron. Você vai adorar as meninas e os doces, com certeza!
      Beijo enorme, espero te ver no Palavra Cantada (estão passando o som neste momento, ouço claramente daqui de casa).
      =)
      K.

      Curtir

  • lindos lindos lindos, Katia
    to encantada com as cores e as aparencias. a foto ficou linda, diferente das de sempre, com os macarons enfileirados.
    to salivando aqui o de chocolate, e ai como o de maracuja (fruta da paixao por aqui) e finalizo com o de limao. e tomo uma chazinho, que nao sou de ferro nem nada. deixo e de coco pra voce, mas so hoje.
    delicias!!!!
    beijos e bom dia na bela Bahia,
    Kalina

    Curtir

  • Luciene disse:

    Beatriz Segall ABALOU a teledramaturgia brasileira como vila… um show de interpretacao.Os macarons, abalaram minha visao, meu paladar , todos meus sentidos! Parabens as mocas! Tupiniquizar, enfim, eh um ato de amor. Beijo.

    Curtir

  • saudebrasill disse:

    Katita, recebi hoje minha caixinha com essas delícias e veja bem, sempre deixei claro que não gosto de doces. Elas me disseram ano passado que mudaria de opinião. Fico feliz de ter sido eu a errada! Enviei uma mensagem para elas dizendo “orgasmos múltiplos!” haha. Agora percebo que não estou só neste deleite!
    Beijos, Berta Rehm.

    Curtir

    • Katita disse:

      Berta, flor, esse negócio de “prazer quase sexual” e “orgarmos múltiplos” que relatamos, sei não… você não acha muita coincidência? Eu acho que estas meninas estão colocando algum ingrediente afrodisíaco nessas fofuras, tu não acha não?
      =)
      Beijim,
      K.

      Curtir

  • Daniela leite disse:

    nhammmmm

    Curtir

  • Elaine disse:

    Hmmmm… a cara está ótima.
    Adoro macarons 😉
    Bjs

    http://momentoscodificados.blogspot.com/

    Curtir

  • Juliana disse:

    São tão deliciosos que nem precisavam ser tão lindos…

    Curtir

  • Ana Vitoria disse:

    Ai… babei de invejinha de você… também quero!!!

    Acabo de achar mais um motivo pra visitar a terrinha… 😉

    Beijo!!

    Curtir

  • Liana disse:

    Katita,

    Nossa, que felicidade receber seus elogios!!! Estamos aqui pulando de alegria, acredite. O prazer de saber que alguém gostou de uma comida na qual se põe carinho e dedicação ao fazê-la é também, perdão pelo plágio, orgástica. Sabe aquela expectativa de ficar “e aí? e aí? e aí?”, até receber a opinião do outro? Vale a pena o trabalho. Mais uma vez, agradecemos pela força e espaço dedicado ao relato de sua experiência.

    Beijos, Liana e Débora.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Macarons tupiniquins no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: