Meu pesto é de castanha

20 de março de 2011 § 18 Comentários

Molho pesto tem nacionalidade italiana e é tão versátil, mas tão versátil, que seria bacana ter sempre um pouco em casa, mas como dá um trabalhinho…

Com molho pesto a gente faz massas, bruschetas, sandubas, saladas, legumes, carnes e até incrementa o arroz branco, depois de cozido, envolvendo uma boa colher do molho antes de servir, ainda fumegante.

Originalmente o pesto é feito com manjericão, pinoli, parmesão ou pecorino e azeite de oliva honestíssimo. Mas na real o manjericão pode ser substituído por outras ervas (já fiz com coentro, hortelã e salsa e ficaram todos deliciosos) e o pinoli pode ser substituído por castanhas, amendoim, nozes e até amêndoas. Eu sempre faço com castanhas e amendoim, que temos de sobra, por preços possíveis, mas quem puder e quiser pagar 14 pilas por 100g de pinolis, vai em frente, mas eu continuo achando que adaptar receitas do mundo para a nossa realidade (sem prejuízo e excesso de inovações, claro) é uma coisa bacana.

Eu odeio pesto processado, que vira pasta. Acho que o grande lance do pesto é a textura granulada e distinta dos ingredientes, especialmente a erva, o queijo e a castanha, neste caso, que só é possível conseguir malhando o braço no pilão. Além disso, alguma coisa acontece quando os ingredientes são reduzidos a uma mistura homogênea que resulta em perda de sabor, mas não me pergunte qual é. Aprendi com o Jamie que algumas gotas de limão na finalização fazem toda diferença e nunca mais abri mão desta dica.

No pilão, um dente de alho, um molho enorme e espetacular de manjericão fresco (se quiser fazer com manjericão roxo fica lindo e louco) e um punhadinho de castanhas torradas sem sal (reserve outro punhadinho igual para adiante). Agora malhe o braço. Pile bem piladinho e depois junte um punhadinho do mesmo tamanho de parmesão ou pecorino quebradinho (reserve outro punhadinho igual para adiante). Essa coisa de ir colocando punhadinho aos poucos é para facilitar a vida porque pilar queijo por exemplo não é moleza não. Agora que você já tem metade das quantidades já piladas, some o restante da castanha e do queijo, some sal e pimenta do reino a gosto, e algumas gotas de limão. Agora para tudo e experimenta. Esta é a sua oportunidade de manipular a receita para que ela te agrade, portanto, participe, que pesto não tem muita regra não. Ficou bom? Coloque a mistura num frasco e cubra com o melhor azeite de oliva extravirgem possível.

Não coloco meu pesto na geladeira e ele costuma durar por coisa de duas semanas assim. É que o azeite de oliva pode ficar rançoso quando misturado assim com o queijo e demais ingredientes, de modos que não carece, mas não sei qual a duração máxima do pesto fora da geladeira.

De posse desta porção mágica, dá para fazer miséria! Pesto é coisa de Deus.

§ 18 Respostas para Meu pesto é de castanha

  • cathvale disse:

    Já experimentou com castanha-do-Pará (ou do Brasil, vá lá)? Tonho fez em casa e fica MUITO, mas MUITO bom!
    Beijos de pesto!
    CathTonha

    Curtir

  • Joana Freire disse:

    Minha irmã faz… a torto e a direito. Mas sem o limão. Normalmente, ele vira molho pra macarrão integral, ou tira gosto com torradas. Muito bom mesmo.

    Bom ter vc de volta na cozinha!

    Curtir

  • Carla disse:

    Katita, eu sei que o pesto no pilao e’ muito bom. Mas eu nao acho que o meu perde o sabor por ser feito no processador nao. Se voce pulsar delicadamente da pra preservar a textura numa boa.
    Todo ano eu planto manjericao e, na safra, faco muito pesto e congelo imediatamente em forminhas de gelo. Depois de endurecer, eu retiro os cubinhos de pesto e coloco num saco pra congelamento bem vedado. Como os cubinhos sao uniformes, eu sempre descongelo a quatidade exata que preciso usar. Normalmente, congelo nos fins de Agosto e dura ate Abril.
    Praticidade nem sempre estraga o prato, ne mesmo?
    Beijocas

    Curtir

  • cleo andreola disse:

    Oie!
    Interessante a dica das gotas de limâo. Vou experimentar.
    Beeijo!
    Cleo Andreola.

    Curtir

  • Dricka disse:

    O meu tambem Katita!

    Curtir

  • Camila Guimaraes disse:

    A cara está divina!!! Testarei na minha cozinha… Bjossss

    Ahhh, por favor, não esqueça do post sobre o bolo de tapioca, ainda não decifrei os segredos.

    Curtir

  • Marisa disse:

    Katita, Katita!!!!

    DELÍCIA PURA!!!!ADOOORO PESTO!

    Vc já tentou fazer um pestinho honesto com sementes de abóbora torradas? Fica bão…
    Beijos
    Marisa de BeverlyHouston 🙂

    Curtir

    • Katita disse:

      Marisa, que idéia bacana! Como é bom dividir experiências, não?
      Gente, presta atenção: pesto com semente de abóbora!!!!!
      Arrasou, meu bem.
      Muito obrigada pela dica preciosíssima, que eu vou experimentar com certeza.
      Beijo enorme,
      K.

      Curtir

  • Livia Palma disse:

    Vou fazer qualquer dia com uma massa bem “massa” kakaka… Hoje vamos num churrasquinho básico. Temperei a maminha com sal grosso, alho e pimenta do reino quebradinha no pilão; oa coxinhas da asa e sobre-coxas com o meu “temperinho mágico “kakakakak e as toscanas de pernil nada coloco porque as bichinhas vêm temperadinhas…Ó my god! Uma farofinha linda, arroz branquinho soltinho, um vinagrete bem simples e assim passaremos o domingão familia. Sim achei no GB a formosa Stella Artois!(Já estão gelando) e vou tomar umas 2 somente em sua homenagem, viu flô!
    Sou ou não sou uma garota(hãm?) feliz?
    Beijos procê e Bento.

    Curtir

  • Joy_UK disse:

    Pesto eh coisa de Deus mesmo!

    Tai minhas bruschettas de ontem q nao me deixam mentir: sumiram em 5 minutos hehehe

    Fiquei com mta vontade de fazer meu proprio pesto, mas antes preciso adquirir um pilaozinho…
    Flor, que tipo de pilao vc recomenda? De pedra? De metal? De madeira?

    Beijao de manjericao x

    Curtir

    • Katita disse:

      Joy, eu só não tenho pilão de pedra. Para ervas, eu prefiro o de madeira, para grãos prefiro de metal. Se eu tivesse que escolher entre os dois, acho que ficava com o de madeira, que acho mais “confortável” de usar. Mas tem a ver também com a minha natureza, não sou uma pessoa do metal. =)
      Beijo, linda.
      K.

      Curtir

  • Paula - FL disse:

    Hum… Eu tambem adoro pesto com tudo. Com batata assada tambem e um must!
    Eu tambem faco no pilao, fica muuuiiitto melhor do que processado! E ja fiz com nozes pecan tambem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Meu pesto é de castanha no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: