Cartola

8 de setembro de 2015 § 16 Comentários

cartola1

O que esse doce pernambucano tem de simples, tem de lindo e delicioso. E acabo de perceber que ainda não tinha postado aqui no Pitéu, ó que lôka?

O que é preciso entender sobre a Cartola:

1- É um doce, mas não é necessariamente uma sobremesa. Fica linda na mesa da ceia e do café da manhã, por exemplo; aliás, quase nunca servimos como sobremesa aqui na Bahia.
2- No formato sobremesa, morninho ou quente ainda, super cola uma bola de sorvete… de coco, por favor!
3- A cartola é composta por camadas alternadas de banana com queijo, polvilhadas com açúcar e canela, o que significa que embora pareça uma receita sem variações, é só imaginar as variedades de queijo e de banana que podem ser usadas, e essa impressão cai por terra. Eu gosto de contrastar os dois. Exemplo: Se uso uma banana mais doce, como a da prata, prefiro um queijo mais salgado, como o de coalho; se uso uma banana menos doce e mais tenra, como a da terra, prefiro um queijo menos salgado e mais macio, como o Minas. Mas vai do gosto do freguês… nanica, d’água, prato, mussarela… o que tocar a gente dança.
4- Há quem misture também chocolate em pó à mistura de açúcar e canela de polvilhar. Eu acho absolutamente desnecessário, mas o importante é ser feliz. Seja.

E agora que eu já cantei a bola, vamos fazer cartola para quatro pessoas: tome um refratário pequeno e unte com pinceladas de manteiga. Descasque 6 bananas e corte em tiras longitudinais não muito finas. Agora doure-as rapidamente numa teflon levemente pincelada de manteiga e forre com elas o fundo do refratário. Polvilhe com uma mistura de açúcar e canela (na proporção de 70% de açúcar para 30% de canela); cubra com uma camada de queijo e comece tudo de novo. Enquanto houver bambu, tem flecha. A última camada, porém, deve ser de banana com crostinha de açúcar e canela (embora não tenha sido o caso desta da primeira foto. Leve ao forno médio pré-aquecido por 5 a 10 minutinhos no máximo, só para derreter o queijo e sirva quentinho nas versões sobremesa (com sorvete de coco, não esquece!), ceia, café da manhã.

cartola2

Nesta aqui soltei umas nozes de macadâmia por cima e ficou tipo incrível.

§ 16 Respostas para Cartola

  • Carol Gutierrez. disse:

    Katita, obrigada por mais esse presente! Querida, há centenas de blogs de culinária, milhares de pessoas postando suas receitas em lugares mil, e houve uma época em que eu os acessava com muita frequência. Por essa razão, conheço bem esse universo. Entretanto e a despeito disso, eu declaro do imo de meu coração que desde que eu descobri o seu blog, fui conquistada por sua simpatia, seu caráter (escancarado em cada letrinha dos seus posts), sua forma deliciosa de escrever, pelo amor com que você cozinha, escreve, posta e vive! Eu sei que sou apenas mais uma dentre tantos admiradores seus, e saber disso me conforta e me honra!
    Estou sempre por aqui, acompanhando seu blog! Adoro suas receitas maravilhosas, tenho quase a totalidade delas salvas, mas o maior motivo de eu vir aqui é para saber se você está bem, realizada, feliz !!!!!
    Torço tanto por você, querida! Quanta prosperidade e felicidade eu lhe desejo!

    Carinho, afeição e admiração enormes,

    Carol Gutierrez.

    • Katita disse:

      Ai, Carol! E essa vontade louca de te abraçar agora?
      Faz como?
      Um beijo IMENSO de amor sincero e gratidão pelas suas palavras que me trouxeram tanto conforto numa hora mais que certa!❤
      K.

  • Luciana Rangel disse:

    Delícia, amo!!!!

  • Eliana disse:

    Você sempre surpreendendo com a mais pura simplicidade. Advinha, hoje comprei bananas hahahah Mas é lógico que eu vou fazer, com queijo holandês ainda por cima! Tô aqui curiosa pra ver no que vai dar. Um beijo!

  • Vania disse:

    Feliz por sua volta.😃

  • Evelyn disse:

    Taí uma “sobremesa” que sempre quis provar, mas como é nórdestína, prefiria provar aí … porque, né…

    E como procede com marido e filha que não comem canela?😥 Vou fazer só pra mim… hahaha

    Katita, que saudade de você! Tava um tempão sem vir aqui e comentar. Vida loka! Lembrei de voltar depois que conheci uma baiana porreta que morava no Rio Vermelho (e foi pra Portugal), aí lembrei de você, que eu estava sendo tão desnaturada com aquela que me beliscou com o amor pela cozinha (alô Rainhas!)… Cê nem vai lembrar de mim, mas… amor eterno pela sua cozinha afetiva-intuitiva! Super beijo.

  • Karla Maria disse:

    Ka, em casa de pernambucano não pode faltar.
    Gosto com banana prata ou nanica, queijo coalho ou de manteiga, açúcar e canela, bem tradicional mesmo.❤

  • Kátia Nogueira. disse:

    Ah, que prazer ler seus textos, minha querida xará! Estava saudosa, fiquei salivando de vontade por essa cartola, amanhã tem!:)
    Um beijo carinhoso pra vc, obrigada pelo mimo!
    K.

  • Isa Cambará disse:

    Maravilha!

  • sora disse:

    Aff !! Isso é toda a minha infância implorando para comer mais !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Cartola no Pitéu.

Meta

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.546 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: